Baguete
InícioNotícias> HE:labs abre empresa de times remotos

Tamanho da fonte:-A+A

DESENVOLVIMENTO

HE:labs abre empresa de times remotos

Júlia Merker
// segunda, 26/03/2018 16:45

A desenvolvedora HE:labs abriu uma holding para lançar a Impulso, nova empresa voltada para o serviço de montagem de equipes de tecnologia para criação e desenvolvimento de software.

Rafael Miranda, CEO da Impulso. Foto: Divulgação.

O projeto para a nova unidade foi iniciado ainda em 2016, a partir de estudos sobre como desconstruir e reinventar as software-houses tradicionais.

Desde então, a empresa passou a montar uma rede de profissionais dispostos a atuarem em diferentes projetos, de acordo com suas especialidades.

Em novembro de 2017, lançou a Impulso de maneira oficial, reforçando o cadastro de profissionais. Hoje, a rede conta com quase 1 mil pessoas, especialistas nas áreas de desenvolvimento, design, gestão de projetos, qualidade, entre outras.

Até o segundo semestre deste ano, a meta é que esse número seja de 2,5 mil profissionais.

Os times montados pela Impulso a partir dos especialistas já desenvolveram projetos para empresas como Alelo, AcessoCard, Stone Pagamentos, Pagnet, Monashees, Raízen e Somos Educação.

"Nossa missão é impulsionar o mundo ao futuro do trabalho e entendemos que as contratações no conceito de remote squads, que são times remotos com expertises que vão desde a concepção à prototipação, design, desenvolvimento, e deployment, fazem parte desse momento Hoje, temos dezenas de projetos rodando simultaneamente com times de até 20 pessoas", explica Rafael Miranda, CEO da Impulso.

A ideia é atender às empresas que buscam por profissionais para projetos de média e longa duração e precisam de pessoas com qualificações específicas. Além disso, é possível atuar com companhias que têm necessidade aumentar o time de forma rápida, pois a Impulso já conta com processo de entrevista e avaliação prévios. 

"Fazemos uma seleção prévia dos profissionais que mais se adequam ao perfil da oportunidade de acordo com itens que vão desde a maturidade do time e tecnologia empregada ao perfil pessoal do candidato, onde até hobbies e valores pessoais são levados em consideração, a fim de criar a melhor sintonia entre o profissional e a empresa contratante", explica Karine Silveira, head of community da Impulso.

Para os profissionais inseridos na rede, o benefício é diversificar a sua fonte de receita, o que possibilita trabalhar em mais de um projeto de acordo com sua disponibilidade, além da opção de trabalhar remotamente.

No momento do cadastro na Impulso, o profissional aponta suas especialidades e tempo disponível para atuar nos projetos, além do valor cobrado por hora em cada tipo de trabalho.

“Há profissionais que reduzem seu valor/hora quando os projetos são para clientes como ONGs ou quando o trabalho é voltado para softwares abertos”, detalha Miranda.

Durante o desenvolvimento dos projetos, a Impulso é responsável por acompanhar o time e determinar possíveis mudanças na equipe de acordo com o retorno de colegas e do cliente.

“A cada projeto, a empresa passa a ter mais dados sobre os profissionais, pois todos os envolvidos avaliam os membros da equipe em áreas que vão desde habilidades até interesses e perfil de comportamento”, explica o CEO.

Com mais de 20 clientes hoje, a meta é que a Impulso finalize 2018 com mais de 50 empresas atendidas.

Fundada em 2010, a HE:labs atua com desenvolvimento de software e tem como clientes empresas como Sony Music, Kroton Educacional, Citrix, Locaweb, ESPN e Lojas Americanas. 

Júlia Merker