Bernardo Gomes, comprador em série. Foto: Divulgação.

Tamanho da fonte: -A+A

A Sinqia segue adquirindo empresas no segmento financeiro, tendo fechado numa tacada só a compra da Simply e a FEPWeb, duas empresas com tecnologia para bancos digitais, por um valor que pode chegar a R$ 106 milhões.

O maior negócio foi o da Simply, dona de soluções para para obtenção, análise e validação de documentos em contas digitais, comprada por um valor inicial de R$ 56 milhões, podendo chegar a até R$ 68 milhões dependendo do desempenho nos próximos anos.

A tecnologia da Simply é usada por mais de 50 clientes, incluindo diversos bancos digitais. A empresa registrou, nos doze meses encerrados em setembro, receita líquida de R$ 17 milhões, crescimento de 50% sobre o mesmo período no ano anterior.

Na FEPWeb, a Sinqia fez a aquisição de 60% da empresa por R$ 38 milhões, com a possibilidade de comprar o resto dependendo de resultados.

A companhia é referência em soluções para formalização de transações digitais. Suas soluções para controle de firmas e poderes, e assinatura digital, são utilizadas por mais de 55 clientes, abrangendo bancos tradicionais, digitais e internacionais com presença no Brasil. 

A empresa registrou, nos doze meses encerrados em dezembro, receita líquida de R$ 13 milhões, crescimento de 33% sobre o ano anterior.

“São ótimos produtos. Vamos ofertá-los para as mais de 500 instituições que já atendemos e impulsionar os negócios por meio de cross sell”, afirma o CEO da Sinqia, Bernardo Gomes.

Os fundadores das empresas passam a integrar o corpo de executivos da Sinqia, liderando os respectivos negócios e dando início a uma nova unidade chamada Sinqia Digital. 

A compra segue a estratégia da Sinqia, que já fez 19 aquisições desde 2005, geralmente de companhias com o mesmo perfil, por valores similares.

Conhecida até 2018 como Senior Solution, a Sinqia vem adquirindo empresas de software para o setor financeiro em série faz tempo.

A lógica por trás das compras é sempre a mesma: posicionar a Sinqia como líder no segmento e criar oportunidades de cross sell e up sell na base de clientes combinada.

A maior compra foi a Itaú Soluções Previdenciárias, especialista em tecnologia para empresas de previdência complentar do banco, por R$ 82 milhões, também em 2020.

Até agora, a empresa já formou uma oferta com pilares focados em bancos, fundos, previdência e consórcios, além de outsourcing e consultoria.

Recentemente, a Sinqia reportou em sua divulgação de resultados uma receita líquida recorde de R$ 210 milhões, ou R$ 269 milhões proforma considerando as três aquisições feitas no segundo semestre de 2020. Com as duas novas compras, o valor proforma atinge R$ 299 milhões anuais.