Divulgação, nan palmero/Flickr

O LinkedIn lança sua versão para iPad, completando as opções móveis de uso da rede social, que já contava com o iPhone e o Android.

Apesar de ser em inglês, o app promete exibir perfis criados em português no idioma original.

Segundo Danielle Restivo, gerente de Comunicação do LinkedIn para Brasil e Canadá, o LinkedIn para iPad redesenha a plataforma para um novo dispositivo.

“Esperamos ser a fonte principal para profissionais durante o dia. Um lugar no qual os usuários vão buscar inteligência de negócios e insights para serem ótimos no que fazem”, diz Danielle.

Segundo Danielle, o aplicativo para iPad do LinkedIn foi pensado para oferecer uma experiência mais engajadora para os usuários, destacando a informações essenciais.

“Sabemos que nossos usuários usam constantemente seus iPads durante a manhã e final do dia. Este comportamento ‘Café & Sofá’ é tão comum que desenvolvemos nosso novo aplicativo para que todo profissional sinta que possui um assistente próprio”, explica Danielle.

Uma equipa já está trabalhando no desenvolvimento do aplicativo para outros idiomas.

Hoje, o site tem 6 milhões de pessoas cadastradas no Brasil, que hoje ocupa o quarto lugar em audiência na rede social, atrás de Estados Unidos, Reino Unido e Índia.

No total, o site tem mais de 135 milhões de usuários e recebe novas inscrições ao ritmo de duas por segundo. Entre os inscritos, 18% estão buscando um emprego ativamente. Outros 60% se dizem abertos a oportunidades.

No último trimestre, o LinkedIn teve receita de US$ 39 milhões.