Vivo na mira do Procon. Foto: divulgação.

A Telefônica/Vivo recebeu nesta sexta-feira, 26, uma multa do Procon de Campinas no valor de R$ 11,2 milhões, referentes a problemas na qualidade oferecida pelo Serviço de Atendimento ao Consumidor (SAC).

Segundo o procon, a multa foi em decorrêncio de que a operadora descumpriu uma oferta e não atendeu à uma notificação de esclarecimento via SAC. A informação é da Computerworld.

Além desse valor, a empresa também foi multada em mais 153,6 mil reais por conta de processos administrativos individuais, informa o Procon campinense em seu site.

Diante do descumprimento da Telefonica, a diretora do Procon de Campinas, Lúcia Helena Magalhães, se reuniu com representantes da área jurídica e de atendimento ao cliente da Telefônica para apresentar as mudanças estruturais nos procedimentos internos do órgão.

"Entre as nossas novas determinações estão a de que os processos sejam efetivamente resolvidos", declarou a diretora.

Com base nesta mudança de procedimentos, o Procon enviou para a operadora 250 processos decididos, com aplicação de sanção administrativa com prazo de dez dias para recurso.

“É preciso que a Telefônica assuma uma mudança de comportamento”, finalizou Lucia.

RESPOSTA

Em nota à imprensa, a operadora informou que está avaliando as medidas cabíveis, e alegou que a multa em questão foi aplicada em razão de supostos problemas envolvendo clientes.

A empresa também citou outras iniciativas de controle de qualidade em seus serviços como, por exemplo, a solução das solicitações dos clientes na primeira chamada.

De acordo com o Procon de Campinas, no primeiro trimestre do ano a Telefônica apareceu em 1º lugar no ranking das empresas mais reclamadas durante o período.