Norton Moreira, CEO da Dtcom+FabriCO. Foto: Divulgação.

A paranaense Dtcom, especializada em tecnologia para educação e comunicação corporativa a distância, adquiriu a catarinense FabriCO, produtora de conteúdos educacionais com sede em São José.

Com o movimento, os sócios da FabriCO, avaliada em R$ 11,4 milhões, receberam ações preferenciais e ordinárias da Dtcom, avaliada em R$ 29,4 milhões, segundo a Gazeta do Povo.

O faturamento da companhia paranaense, que foi de R$ 15,4 milhões em 2015, deve chegar a R$ 30 milhões neste ano. 

A partir da união das companhias, Norton Moreira, ex-CEO da FabriCO, assume a liderança da nova empresa, ainda chamada de Dtcom+FabriCO. Denilson Farias, que atuava como diretor-presidente da Dtcom, deixou o cargo e está em período sabático.

“A Dtcom, que já possuía know-how em soluções de transmissão de TV, internet, integração de tecnologias e produção de material para educação corporativa, passa a contar com uma ‘fábrica de conteúdo’ estruturada, com metodologia própria, capaz de produzir mais de 20 mil horas de conteúdo por ano na web”, relata, em nota, a empresa do Paraná.

Fundada em 2000 e listada na BM&FBovespa, a Dtcom tem entre seus clientes nomes como Petrobras, Sabesp, Bradesco, Caixa, Ford, Volvo, Electrolux e O Boticário. 

Mesmo com uma receita bruta de R$ 15,4 milhões em 2015, a maior dos últimos seis anos, a empresa teve um resultado quase 10% abaixo do registrada em 2009, quando faturou R$ 17,2 milhões. A companhia obteve prejuízo em 2015 (R$ 436 mil) e em 2014 (R$ 1,1 milhão).

Com a aquisição, a empresa passa a contar com unidades em três estados. Em Quatro Barras, no Paraná, a empresa conta com um centro tecnológico e estúdio. Na cidade de São Paulo há um escritório comercial e estúdio.

A sede administrativa e de fábrica de conteúdo fica em Curitiba, enquanto também há uma fábrica de conteúdo e estúdio em Florianópolis.