O Barateiro acaba de abrir um marketplace para produtos usados e reembalados. Foto: Pexels.

O site do Barateiro, administrado pela Via Varejo, acaba de abrir um marketplace para produtos usados e reembalados. 

Por enquanto, o Barateiro está recrutando apenas lojistas que já possuem histórico de vendas com outros e-commerces da Via Varejo (Casas Bahia, Pontofrio e Extra). Já estão no marketplace as lojas Mais Barato Store e Webfones, especializados no ramo de telefonia.

O site oferece itens que já foram utilizados anteriormente, mas que passaram por inspeção de qualidade, testes das funções e componentes, reconfiguração de fábrica e higienização. 

Já os reembalados correspondem a mercadorias que tiveram a embalagem danificada durante o transporte ou armazenamento e que não foram entregues aos destinos finais ou devolvidos pelos clientes por conter pequenos riscos ou amassados. Neste caso, devem estar em perfeito estado de funcionamento.

De acordo com pesquisa realizada pelo Barateiro, os itens reembalados chegam a ser, em média, 30% a 40% mais baratos do que os novos, em setores como eletrodomésticos, telefonia, informática e televisores. A Brightstar, empresa do mercado de recompra de celulares, afirma que o preço dos smartphones usados pode ser 30% menor.

No marketplace todos os produtos são identificados de acordo com suas características nas páginas de pesquisa e da oferta. 

Além das opções “Usados” e “ Reembalados”, o Barateiro também oferece a oportunidade de o cliente adquirir itens na versão “Novos”, quando estes apresentam estado original de fábrica, sem avarias e com a embalagem intacta e lacrada.  

Para auxiliar no entendimento entre produtos novos, usados e reembalados, o Barateiro disponibiliza links com conteúdo informativo. Os artigos reembalados e novos têm garantia original do fabricante com possibilidade de estendê-la em até 24 meses, enquanto que os usados abrangem garantia de defeito e funcionamento de até 12 meses.

“Estamos combinando toda a experiência em marketplace da Via Varejo para fazer do Barateiro um site ainda mais completo na oferta de produtos. Até dezembro, temos a expectativa de expandir o sortimento de usados e reembalados para mais de 25 parceiros comerciais de outros segmentos e dobrar o percentual de vendas de toda a loja em um ano”, afirma Paulo Madureira, diretor de Marketplace, Soluções e Serviços da Via Varejo.

No primeiro trimestre de 2017, em relação ao mesmo período do ano passado, o Barateiro registrou aumento de 20% no sortimento de ofertas únicas na loja virtual, com a entrada de 20 mil novos SKUs, e crescimento de vendas de 21%.

A Casas Bahia, também da Via Varejo, passou a aceitar neste ano celulares e tablets usados em troca de abatimento na compra de um novo produto, por meio de uma parceria com a Brighstar.

Com isso, o grupo consegue oferecer produtos a preços mais baixos no e-commerce. Essa estratégia pode melhorar os números do setor, que tem desacelerado.

O e-commerce brasileiro fechou 2016 com faturamento de R$ 44,4 bilhões, crescimento nominal de 7,4% em relação ao registrado em 2015. Apesar do aumento, a taxa é menor do que a alcançada nos últimos anos.

O resultado do ano passado significa o menor crescimento registrado pelo comércio eletrônico desde o início da série histórica, em 2001.