Foto: divulgação.

A Seal Telecom, multinacional integradora de soluções com sede em São Paulo, acaba de receber a certificação ISO 27001, que atesta as estruturas de segurança para a proteção de dados, através da Fundação Vanzolini, instituição criada, mantida e gerida pelos professores da Poli-USP. 

Segundo a certificadora, a Seal se destacou pelo comprometimento e transparência dos profissionais auditados, com destaque para a alta direção, planejamento e controle de atividades, como malware, registros e monitoramentos de log e gestão de capacidade.

Além disso, a empresa salientou o nível da documentação apresentada, a conscientização dos colaboradores em relação à segurança da informação e proatividade da equipe na solução de problemas.

Para Silvio Guerini, gerente de qualidade da Seal Telecom, a conquista da certificação é um passo importante de reconhecimento para a empresa, que procura estar de acordo com as normas nacionais e internacionais. 

”Manter a confidencialidade, integridade e disponibilidade da informação é muito importante para a Seal Telecom. Além disso, o certificado comprova nosso comprometimento às regras estabelecidas na Lei Geral de Proteção de Dados Pessoais (LGPD), que entrou em vigor desde 18 de setembro de 2020”, destaca Guerini.

A ISO 27001 é uma norma internacional criada pela International Standardization Organization (ISO) e descreve como gerenciar a segurança da informação em uma organização, além de especificar as melhores práticas de gerenciamento de riscos. Sua versão mais recente foi publicada em 2013.

No Brasil, pouco mais de 100 empresas são certificadas, conforme a última pesquisa oficial da ISO, divulgada no início de 2019. Este número corresponde a cerca de 35% das empresas brasileiras listadas na Bolsa de Valores (B3). 

A maioria delas são consultorias especializadas em segurança, operações de data center, certificação digital e grandes companhias como a Totvs.

Apesar do baixo índice, nos últimos anos o selo aparece no topo da lista de crescimento da pesquisa anual e deve continuar avançando devido às leis de proteção de dados pessoais.

Fundada em 1999, a Seal Telecom fazia parte do Grupo Seal até o início de abril, quando foi vendida para a Convergint Technologies, uma integradora de tecnologia americana com faturamento na casa dos US$ 1,4 bilhão.

A Seal oferece soluções de áudio e vídeo, comunicação unificada, smart buildings, broadcast, incêndio e segurança, atendendo toda a América Latina com escritórios no Brasil, Argentina, Chile, Peru, Colômbia, México, Costa Rica e Estados Unidos.

Com 55 anos de existência e sem fins lucrativos, a Fundação Vanzolini foi criada e é mantida e gerida pelos professores do Departamento de Engenharia de Produção da Escola Politécnica da Universidade de São Paulo (USP).

Através de cursos, certificações, gestão de tecnologias em educação, estudos e projetos, a entidade tem foco na engenharia de produção, administração industrial e gestão de operações.