Décio Krakauer, presidente da Ramo Sistemas. Foto: Divulgação.

A Ramo Sistemas e a Coresystems anunciam parceria para a oferta do SAP Business One para dispositivos móveis nos diversos segmentos da indústria, especialmente para empresas com serviços de campo.

“Esperamos unir esforços com a Coresystems para a automação dos processos de serviços em campo, promovendo a internet das coisas e tornando possível que nossos clientes possam acessar a ferramenta remotamente, dando mais produtividade para equipes externas e remotas”, comenta Décio Krakauer, presidente da Ramo Sistemas.

​Segundo o acordo, enquanto a Ramo disponibilizará o SAP Business One, com o software e serviços de implementação e consultoria, a Coresystems será responsável pela soluções de automação de serviços de campo.

Assim, será possível que os clientes que tenham equipes de serviços no campo possibilitm acessos às vendas, serviços, chamados e operações remotas, adicionando esses consultores, vendedores e representantes remotos ao ERP central.

“Serviços em campo, trabalhos executados por meio da internet e soluções cada vez mais acessíveis por dispositivos móveis estão crescendo muito. No Brasil, o segmento tem muito para ser explorado, pois ainda não é um mercado maduro. A Coresystems enxerga um potencial enorme para negócios neste setor”, afirma Lucas Hubacher, responsável pelas vendas por canais para a América Latina da Coresystems.  

A solução, que funciona online e offline, permite a sincronização de todos os dados na nuvem e também no SAP Business One instalado na empresa. Além de todas as tarefas diárias, é possível que o profissional envie relatórios baseados em SLA e finalize e receba por email todo o processo.

Fundada em 2002, a Coresystems tem mais de 155 mil usuários mundialmente em suas soluções. No Brasil a empresa atua fortemente com revendas de valor agregado que comercializam o SAP Business One.

A Ramo alcançou no ano passado uma alta de 29% no faturamento, para R$ 30,6 milhões. Dentro os novos contratos de B1, pela primeira vez os negócios trazidos pelos canais da empresa superaram a metade, atingindo 60%. 

Dentro da nomenclatura da SAP, a Ramo é uma Master VAR, o que significa que ela pode cadastrar e treinar revendas, os chamados EBMs. 

A empresa já tem 170 desses parceiros no país, entre os quais 40 são pessoas físicas que fazem indicações, conhecidos no jargão do mercado como finders. Os dois grupos responderam pro 35% do faturamento no ano passado.