Quem será o próximo a ocupar a cadeira de VP de P&D? Foto: Pixabay.

A Linx, empresa de sistemas de gestão especializada em varejo, está em busca de um novo vice presidente de pesquisa e desenvolvimento.

A companhia divulgou nesta semana uma movimentação interna que deixou o cargo sendo ocupado interinamente pelo CEO, Alberto Menache, uma situação que não deve permanecer por muito tempo.

A possibilidade maior parece ser que a empresa vá buscar um nome no mercado ou ao menos que tenha um processo seletivo interno aberto, uma vez que se houvesse o nome, ele deveria ser divulgado agora. Se o cargo fosse ser extinto, não daria sentido nomear o CEO como interino.

A movimentação foi a seguinte: Jean Carlo Klaumann deixou o cargo de vice-presidente de Operações para assumir uma nova vice presidência com foco na expansão da companhia no mercado digital, como order management system (OMS), plataformas de e-commerce e marketplace. 

A vice presidência de operações, por sua vez, será assumida por Gilsinei Hansen, ex-VP de P&D.

Ambos são oriundos do mundo Totvs. Klaumann foi contratado em 2011, vindo do cargo de diretor de  operações Brasil da Totvs.

Já Hansen veio em 2016, oriundo da posição de ex-vice presidente de Sistemas e Segmentos da Totvs.

Não fica muito claro qual vai ser a divisão entre a nova vice presidência e a área de P&D da Linx, no entanto.

E-commerce e assuntos do tipo são o foco da Linx nos últimos meses. A empresa deixou mais de R$ 200 milhões em aquisições de quatro empresas da área.