A Lebes possui mais de 160 lojas no Rio Grande do Sul e Santa Catarina. Foto: Divulgação.

A rede de varejo Lojas Lebes está em fase de desenvolvimento de um amplo projeto de transformação digital que envolve movimentos como migração para nuvem, implantação de um novo ERP e lançamento de um aplicativo. A iniciativa conta com investimento de R$ 30 milhões.

O novo sistema de gestão da companhia será o SAP S/4HANA, que será responsável por todo o backoffice da companhia.

A implantação do novo software será feita pela FH, parceria da multinacional alemã sediada em Curitiba. O projeto será iniciado no dia 23 de agosto e deve durar 10 meses.

O novo sistema será adotado já em nuvem. Enquanto isso, outras aplicações da empresa serão migradas para este modelo a partir de um acordo com a Tivit, multinacional brasileira de soluções digitais que anunciou em 2016 um investimento de R$ 46 milhões para ampliar sua oferta de computação em nuvem.

Além de investir na construção de nuvens locais, o aporte previa a ampliação da oferta com a adoção de um modelo multicloud. O posicionamento foi reforçado meses depois com a compra da mineira One Cloud, startup especializada no chamado serviço de “cloud broker”.

“Escolhemos a Tivit para o projeto de nuvem por entender que atuação da empresa com outros serviços poderá nos atender em outras áreas no futuro”, declara Luis Brocca, diretor de TI e controladoria da Lebes.

Para conectar as aplicações em nuvem com os sistemas legados que permanecerão no modelo on-premise, a Lebes contratou um software de barramento da SoftwareAG.

Além das mudanças em sua infraestrutura, o projeto de transformação digital das Lojas Lebes também inclui novidades no processo de vendas e contato com os clientes, como o lançamento de um app para dispositivos móveis.

Com desenvolvimento da 4All, o aplicativo da Lebes permite a compra online dos produtos da empresa. No app será possível também abrir crediário digital e ter um limite de crédito aprovado em poucos minutos. 

Além disso, o cliente poderá retirar o seu pedido em qualquer loja sem custo e solicitar entrega de mercadorias pequenas em até 2 horas.

O sistema também permite o empréstimo pessoal digital através do aplicativo ou pelo site da Lebes. Com serviço, qualquer pessoa pode solicitar empréstimo à Lebes Financeira e escolher se o valor será depositado direto na sua conta ou retirado em qualquer filial.

Para facilitar o suporte aos clientes, a empresa também conta com uma atendente virtual, batizada de “Lê”. Ela auxilia os consumidores durante o processo de venda e pós-venda.

A Lebes também investiu no Context 360, da Pmweb, para obter uma visão completa dos clientes. Isso permite a estruturação de um data lake, potencializando e otimizando a mineração dos dados.

Outro novo contrato foi fechado com a Neogrid, empresa especializada na sincronização automática da cadeia de suprimentos. O escopo do trabalho prevê a implantação da Suite Varejo Neogrid, que reúne soluções voltadas, principalmente, para os processos compra, entrega e distribuição de produtos.

Na primeira fase do projeto, que vai de julho a outubro, serão implementados o DRP (Planejamento de Distribuição), destinado à otimização de estoques entre centros de distribuição e lojas; o Agendamento, com foco nas agendas de entregas dos fornecedores; o EDI, para troca eletrônica de pedidos e notas; o Retail Insights, para gerenciar melhor fornecedores, CDs, lojas, categorias e produtos; e também novas regras de negócio para o Open To Buy (OTB), módulo para adequação do planejamento de vendas com o orçamento de compras.

Com 95% das unidades no Rio Grande do Sul, a Lojas Lebes tem produtos nas linhas de moda, móveis, eletrodomésticos e eletroeletrônicos, totalizando pouco mais de 100 mil SKUs. 

"As soluções da Neogrid vão otimizar nossos processos, além de oferecer completos relatórios de inteligência que vão nortear nossas decisões. Com tudo isso, esperamos reduzir e otimizar os estoques e diminuir a ruptura para os clientes", detalha Brocca.

O processo de transformação digital da Lebes foi iniciado em 2018 com a formação de um Comitê Estratégico de TI, que definiu os passos do projeto. 

“Promovemos a mudança da arquitetura de inovação com a utilização de um software de barramento, que facilita a integração das mais diversas aplicações. Integração é a palavra que define a transformação digital da Lebes, pois permite plugar inovações conforme forem surgindo”, explica Brocca.

Para seguir o projeto e auxiliar a equipe no processo de transformação, a empresa conta há cinco meses com a consultoria da GMC para atuar na Gestão de Mudança.

Fundada em 1956, na cidade de São Jerônimo, no interior do Rio Grande do Sul, a rede Lojas Lebes está presente em mais de 100 municípios e possui mais de 160 lojas no Rio Grande do Sul e Santa Catarina.

A empresa, que fatura mais de R$ 1 bilhão por ano, conta com mais de 3 mil colaboradores.

Além da atuação no varejo, a companhia possui a Lebes Financeira, que há mais de 10 anos é responsável pelo crediário da rede de lojas, oferecendo financiamentos e empréstimos aos clientes e colaboradores. Com uma carteira de mais de 230 mil clientes, a Lebes Financeira movimenta mais de R$ 220 milhões por ano.