Boticário se voltou a seus negócios tradicionais. Foto: flickr.com/photos/ananasuecia

O Boticário fechou a Skingen Inteligência Genética, empresa fundada há um ano e quatro meses com a proposta de usar biotecnologia para criar cremes de combate ao envelhecimento baseados em estudos do material genético de cada cliente.

A proposta era cobrar entre R$ 500 e R$ 600 por um pote para ser consumido entre 30 e 90 dias.

De acordo com a A Gazeta do Povo, do Paraná, o grupo Boticário afirmou que “no primeiro ano de atuação, premissas importantes do modelo de negócio não se materializaram, comprometendo o potencial de retorno dos investimentos”.

Segundo havia revelado a Revista Amanhã, a Skingen foi fruto de quatro anos de investimentos em pesquisa biomolecular, iniciadas no Laboratório de Biologia Molecular do Grupo Boticário, em Curitiba.