Emerson Salomão, diretor da Avell. Foto: Divulgação.

A Avell, fabricante nacional de notebooks de alto desempenho, passou a ofertar recentemente seus notebooks no mercado dos Estados Unidos, após a realização de uma joint venture com a Best Solution, que atua no setor de logística e é liderada pelo brasileiro Neldo Santos. 

“Há uma carência de produtos do segmento em que atuamos também nos Estados Unidos, pois as marcas maiores não estão voltadas para a fabricação de máquinas com alto desempenho”, relata Emerson Salomão, diretor da Avell.

Com 50 colaboradores, a empresa tem fábrica e ponto de venda em Joinville, além lojas em Florianópolis e Curitiba. A Avell fabrica aproximadamente 1 mil notebooks por mês e 60% deles são vendidos por e-commerce.

A atuação da companhia é focada em dois mercados. O de notebooks para gamers representa 90% do faturamento da empresa. 

Os outros 10% vem das vendas para profissionais das áreas de design, arquitetura e engenharia – que necessitam de equipamentos potentes para trabalhar com softwares de CAD e modelagem.

Entre as concorrentes do nicho nos Estados Unidos, Emerson destaca a Alienware, subsidiária da Dell focada em alta performance; a Maingear, fabricante de computadores e notebooks potentes fundada por brasileiros nos EUA que faturou US$ 6,4 milhões em 2011, e a MSI, empresa chinesa com foco em placas-mãe e placas de vídeo (e computadores poderosos nesses quesitos).

Com a chegada da Avell nos Estados Unidos, a previsão é de aumento de 30% na produção da empresa catarinense. 

A empresa espera fechar o ano com um faturamento de R$ 40 milhões. A cifra representa um aumento de 37,9% em relação aos R$ 29 milhões registrados no ano anterior.

A companhia também tem planos para abrir um ponto de venda em São Paulo ainda este ano e no Rio de Janeiro em 2015. As cidades são as duas primeiras no ranking de vendas do e-commerce da marca. 

No Brasil, a empresa investiu R$ 300 mil em pesquisas e desenvolvimento de novas tecnologias em 2013 para ampliar suas linhas de notebook. 

“Duas vezes ao ano apresentamos ao mercado nossos lançamentos. A pesquisa que realizamos é focada em inovação e se transforma em produtos. Além disso, investimos em um e-commerce e conquistamos uma navegação mais amigável”, afirma Salomão.

Apesar dos gamers serem conhecidos, tradicionalmente, por preferirem desktops - inclusive customizando máquinas para melhorar o desempenho, Salomão relata que a mobilidade vem sendo mais necessária.

“Há espaço para os dois produtos, mas percebo que muitos tem precisado da mobilidade, principalmente estudantes, que jogam quando conseguem tempo livre na faculdade, na casa da namorada, em viagens e outros momentos. Campeonatos de games como League of Legends também tem colaborado para o crescimento do mercado”, conta Salomão.

A Avell está no mercado desde 2004, mas passou a atuar no nicho de alto desempenho em 2010.

“Nesse segmento conseguimos encontrar um espaço com baixa concorrência de grandes empresas”, explica Salomão.