Unesp está presente em 24 cidades de São Paulo.Foto: Luiz Gustavo Leme.

A Intel selecionou o Núcleo de Computação Científica (NCC) da Unesp como um dos centros integrantes de seu programa "Intel Parallel Computing Centers". 

Ao se tornar um IPCC, distinção recebida por cerca de outros 40 centros de computação paralela em todo o mundo, o NCC se junta a instituições como ETH Zürich, Lawrence Berkeley National Laboratory, Universidades de Stanford, Centro de Computação Avançada do Texas (TACC), Universidade de Edimburgo, entre outras. 

A Universidade Federal do Rio de Janeiro é a outra brasileira que faz parte do programa.

Os IPCCs estão focados no desenvolvimento e aprimoramento de software para aumentar o paralelismo e a escalabilidade de aplicações de alto desempenho por meio de técnicas de programação paralela e otimização.

A disponibilização de recursos de computação de alto desempenho e o suporte aos pesquisadores visando a utilização adequada desses recursos é uma das principais atividades da equipe técnico-científica do NCC/Unesp. 

Um exemplo típico são os pesquisadores e estudantes do Centro de Pesquisa e Análise de São Paulo (SPRACE), que realizam pesquisas em Física de Altas Energias e usam recursos computacionais e de armazenamento instalados no datacenter do NCC.

A Universidade Estadual Paulista está presente em 24 cidades de São Paulo. Fundada em 1976, a instituição oferece 181 cursos de graduação e 123 programas de pós-graduação. A Unesp tem 48,2 mil alunos.