Carlos Torres, gerente do Embaixador Hotel.

O Embaixador, tradicional hotel executivo no centro de Porto Alegre, investiu em novas soluções para otimizar o tráfego de dados interno do local e o uso da internet pelos seus hóspedes.

Voltado ao público empresarial, o hotel fez as renovações para melhor receber seus hóspedes e sediar conferências e seminários em seus espaços de eventos, conforme destaca o gerente do local, Carlos Torres.

Torres não deu especificações sobre o valor gasto nas melhorias com internet, mas destacou que o hotel fez um investimento "considerável" no serviço, que é disponibilizado gratuitamente aos hóspedes..

O hotel adquiriu junto à Embratel um link dedicado de 4Mbps via fibra óptica, operando em paralelo com uma rede banda larga de 10 Mbps.

Além disso, o hotel investiu na modernização das redes cabeadas, com saídas em cada um dos 184 apartamentos, con infraestrutura GigaLan, da Furukawa.

Nos seis andares do Embaixador também estão em implantação sinais sem fio de internet pelo sistema N, com velocidades superiores ao sistema da wireless G, que antes era empregado no hotel, destaca o gerente de sistemas do local, Henrique Ferreira da Silva.

"Nos andares, estamos colocando roteadores de última geração para disponibilizar este sinal", complementa Henrique.

Para gerenciar o tráfego de dados e melhorar o sinal da internet, foi desenvolvido pela equipe de TI do hotel um sistema inteligente para fazer o monitoramento do sinal de internet.

Um novo datacenter está em implantação para guardar a solução, possibilitando também o redirecionamento de recursos de rede de acordo com a demanda do local.

EVENTOS

Conforme explica Torres, esta funcionalidade trará melhorias para a rede do hotel, principalmente durante a realização de eventos, explica Torres. O centro de eventos do Embaixador conta com cinco ambientes, em um total de 1100 lugares.

"Na rede antiga, ocorriam casos de lentidão no sistema, com cerca de 500 pessoas acessando a internet simultaneamente, atingindo picos de tráfego de 3,5Mbps, quando operávamos num link de apenas 2Mbps", conta.

Torres também ressalta que nova rede também funcionará para a melhoria do serviço de teleconferência, recurso bastante utilizado por empresas de grande porte em suas reuniões e seminários.