Telmo Costa, presidente da Meta. Foto: Divulgação.

A Meta, empresa de TI e parceira da SAP sediada em São Leopoldo, tem hoje a unidade de negócios SAP como responsável por 60% da receita da empresa.

Há 3 anos, o segmento representava cerca de 30% do faturamento da companhia. Na época, a empresa oferecia apenas serviços de desenvolvimento ligados aos sistemas da multinacional alemã, acrescentando a venda de licenças no início de 2016.

O restante da receita é dividida entre os segmentos de estratégia (responsável por consultorias), operações (voltado para AMS, BPO e alocação) e software (com foco em agile services e fábrica de software).

Um dos fatores para a alta na fatia de receita da unidade SAP é a especialização da empresa em projetos com o S/4Hana. 

Neste ano, a Meta foi a primeira empresa do Brasil a implementar o SAP S/4Hana Public Cloud, tornando-se uma das três empresas aptas a oferecer a solução, que integra seus processos em uma nuvem compartilhada, no país.

Entre os clientes que contrataram a Meta para implementar o ERP estão Ajinomoto e Bruning. 

“Percebemos que uma parte das empresas ainda não percebeu a grande transformação que o mercado está passando, então existe uma desintermediação do mercado e ainda um cliente mais exigente. Isso oferece uma grande oportunidade de apresentar novos modelos de TI e gestão para tornar a área de tecnologia mais estratégica”, relata Telmo Costa, presidente da Meta.

A Meta tem a meta de dobrar o faturamento até 2020. Mesmo assim, a ideia é manter a divisão das receitas próxima da atual, buscando um crescimento equilibrado entre os negócios.

O plano parece estar no caminho certo. No primeiro semestre de 2018, a empresa registrou alta de 30% no faturamento em relação ao mesmo período do ano passado.

A Meta tem escritórios no Rio Grande do Sul, São Paulo, Paraná, Minas Gerais, Rio de Janeiro e Miami e uma carteira de 350 clientes, incluindo nomes como Lojas Renner, Herval, Hospital Sírio Libanês, Unimed, Sicredi e GetNet.

*Júlia Merker cobriu o SAP Fórum, em São Paulo, a convite da SAP.