Diego Cerqueira, CTO da Ativa Investimentos. Foto: divulgação.

A Ativa Investimentos, corretora de investimentos carioca, adotou a plataforma de inteligência de software da Dynatrace para ampliar a performance de seus serviços de TI e agilizar a resposta aos incidentes de tecnologia.

A companhia já conhecia a ferramenta e estava conversando com a Dynatrace há algum tempo mas, com o cenário de pandemia, decidiu acelerar o processo de compra da solução.

No processo de implementação, a empresa de tecnologia incluiu o levantamento consultivo das maiores demandas do negócio, identificando processos e questões críticas e antecipando a análise mais assertiva dos parâmetros essenciais para a manutenção da máxima performance à operação.

Com a nova solução, a Ativa conseguiu aumentar a disponibilidade dos serviços prestados pelo time de TI.

“Existiam alguns incidentes que não conseguíamos identificar rapidamente a causa-raiz, com isso, as resoluções aconteciam com menos agilidade que o esperado. Agora, com a ferramenta da Dynatrace, temos 80% dos problemas sendo descobertos e corrigidos de maneira completamente ágil, sem qualquer impacto”, conta Diego Cerqueira, Chief Technology Officer (CTO) da Ativa Investimentos.

Segundo a companhia, os maiores ganhos gerados têm sido vistos nas ações direcionadas à rotina dos clientes e profissionais da companhia, como a criação do Centro de Experiência Digital (CED), focado em monitorar a experiência dos usuários do início ao fim.

A empresa utiliza a inteligência artificial da plataforma para antecipar eventuais falhas antes mesmo da percepção do cliente, com robôs que testam os serviços e avisam como está o sistema para evitar qualquer perda financeira ou algum dano para ele.

“À medida em que descobrimos as causas-raízes dos problemas com exatidão, passamos a investir e potencializar as correções com muito mais eficiência. Quando é necessário fazer algum tipo de investimento para melhoria de algo, sabemos precisamente onde investir”, destaca Cerqueira.

Com o controle diário dos indicadores de performance, o time de TI percebeu que o número de reclamações dos clientes está diminuindo a cada mês.

A Dynatrace destaca que, no caso da Ativa e do setor financeiro em geral, a criticidade em relação à entrega de performance é altíssima, pois os serviços para os seus clientes precisam ser confiáveis e extremamente estáveis.

“Uma falha de segundos, apenas, pode impactar em uma transação envolvendo cifras bastante expressivas. Esse é um desafio constante para o mercado de capitais”, destaca Fernando Mellone, senior territory manager da Dynatrace.

A americana Dynatrace é referência quando o assunto é gerenciamento de performance digital (APM, na sigla em inglês): neste ano, o Gartner apontou a empresa como líder no segmento pela décima vez consecutiva. 

Fundada em 1983, a Ativa Investimentos é uma corretora independente com escritórios no Rio de Janeiro, São Paulo, Curitiba, Porto Alegre, Belo Horizonte, Goiânia, Salvador e São José dos Campos.

Atendendo clientes de todo o Brasil, a empresa possui os mais importantes selos de qualidade operacional da B3: Retail Broker, Execution Broker e o selo de certificação da Cetip, o B3 Certifica.