SalesForce está em alta no Brasil. Foto: Divulgação SalesForce.

A SysMap Solutions, uma integradora paulista de TI, está oferecendo um curso online com duração de dois meses para 100 profissionais interessados em ser desenvolvedores Salesforce. 

A formação será oferecida pela IGTI, escola de pós-graduação a distância voltada para as áreas de tecnologia e inovação.

O curso, com inscrições abertas até 12 de fevereiro, oferece ainda vouchers para a prova de certificação da Salesforce, com a oportunidade de contratação remota e imediata pela SysMap para os 30 melhores colocados ao final do curso. Participar da prova custa R$ 100.

"A ideia é dar a oportunidade para que jovens talentos de qualquer lugar do país, principalmente fora dos grandes centros, possam ingressar no mercado de trabalho, atuando na plataforma que mais cresce na área de tecnologia", afirma Geraldo Magela, vice presidente de operações da SysMap Solutions.

O curso terá duração de 2 meses e será 100% online. Com aulas intensivas e uma abordagem prática, demandará dos participantes uma dedicação de até 4 horas por dia. 

Para participar é necessário ter 18 anos ou mais, noções básicas de programação e leitura básica em inglês para a realização dos simulados e provas de certificação. 

Ao todo, serão 5 módulos online com o intuito de capacitar e certificar no exame Salesforce Platform Developer 1.

O mercado de desenvolvedores Salesforce anda aquecido.

Ainda nesta semana, a GFT, outra empresa de tecnologia sediada em São Paulo, anunciou planos para montar um time de 50 consultores para a sua operação SalesForce lançada no final do ano passado.

Do total, dois terços devem vir de programas de formação orientados tanto para profissionais que já estão no mercado como para estagiários.

O fato que as empresas estejam se esforçando para formar recursos mostra que desenvolvedores Salesforce são um ativo escasso.

Foi o que indicou também um levantamento recente do Linkedin sobre profissões em alta no país.

Uma das 15 posições listadas foi a de desenvolvedores Salesforce na décima terceira posição.

O relatório foi feito com base em dados de usuários do LinkedIn com perfil público que tenham ocupado uma ou mais posições em tempo integral no Brasil nos últimos cinco anos. 

A partir de uma análise dessas informações, identifica-se o grupo de profissões que mais se movimentaram no período e aplica-se, a cada uma delas, uma fórmula que inclui o número de contratações e a taxa de crescimento anual entre 2015 e 2019 para mapear as que tiveram maior expansão.