Andrea Meinl, da Paessler. Foto: divulgação.

A Paessler AG, desenvolvedora alemã de soluções de monitoramento de rede, cresceu 61% em volume de vendas no Brasil em 2012 em relação a 2011.

A empresa, que intensificou seus investimentos no país em 2012, com o lançamento de site e do software PRTG em português, também teve resultados notáveis nos canais diretos de venda, crescendo 97% de crescimento em relação ao ano anterior.

As vendas por meio da loja online aumentaram 40% no período. Dentro do ranking mundial da companhia alemã, o país figura como o décimo mais representativo e promissor para os negócios.

Atualmente o mercado brasileiro é responsável por 1% dos resultados globais da corporação.

Na região Ibero-Latinoamericana o crescimento em 2012 foi de 63%. O Brasil foi o país com o maior volume de vendas em 2012 na região, seguido por Espanha, México e Chile.
 
“Em 2012 agregamos 11 novos parceiros no Brasil, e em 2013 vamos continuar nossa campanha por novos canais no país”, afirma Andrea Meinl, gerente de desenvolvimento de negócios para o mercado IberoLatam da Paessler.

Em comparação, a nível mundial a empresa cresceu 57% no ano passado. A participação do canal atingiu 40% do resultado total, enquanto as vendas diretas representaram 60%.

PERSPECTIVA

Líder no fornecimento de softwares de monitoramento na Alemanha, Reino Unido e Holanda, a companhia alemã tinha uma presença discreta no Brasil, mas a partir de 2011 observou um crescimento em seu faturamento.

"Conquistamos esta marca sem forçarmos nossa presença no mercado e esperamos um crescimento de 60% a 80% para 2013", ressalta Meinl.

Com uma base de cerca de 150 mil clientes, em 15 países, a Paessler atende empresas como a Volkswagen e a BMW.

Para Andrea, se aproximar do cliente é um diferencial para o crescimento no Brasil. A companhia conta com dez canais em atividade no país, assim como equipes de suporte para o produto.

"Ao contrário de muitos outros países, onde o site é uma ótima ferramenta de apresentação, no Brasil é fundamental ter um contato próximo para fazer a venda e fidelizar o cliente", explica.