A unidade de mobilidade é, hoje, responsável por 40% das receitas da Digicon. Foto: Divulgação.

A Digicon encerrou o ano de 2014 com aumento de 26% no faturamento em relação ao ano anterior, chegando aos R$ 74,5 milhões. 

Segundo a empresa, o desempenho está vinculado ao aumento dos negócios na divisão de Mobilidade Urbana. Na comparação com 2013, a divisão aumentou seu faturamento em 45%.

Os principais negócios da unidade são os Parquímetros Street e o DG Smart - validador eletrônico que está presente em frotas de ônibus da SPTrans, em São Paulo.

A unidade de mobilidade é, hoje, responsável por 40% das receitas da empresa. A divisão de Controle de Acesso também fica com uma fatia de 40% do faturamento.

O resto do faturamento vem de Componentes Aeronáuticos (13%) e Assistência Técnica (7%).

A área de Controle de Acesso apresentou crescimento de 8% na receita em relação a 2013. A empresa forneceu soluções de bloqueios para projetos da Copa do Mundo nos estádios Beira Rio, Castelão e Arena das Dunas. 

Em ações semelhantes, implantou as suas tecnologias também nos estádios Alianz Parque, do Palmeiras, Serra Dourada (em Goiás) e Monumental David Arellano (no Chile).  

Já os Parquímetros Street - tecnologia de controle inteligente para vagas de estacionamento - está sendo implantada, pela primeira vez, nos estados de Minas Gerais (Juiz de Fora) e Mato Grosso (Rondonópolis). Além disso, foi ampliada a presença nas regiões sudeste, com instalação em Santo André, e Sul, com um projeto em Viamão. 

Nestas operações, foram instalados 230 parquímetros nas principais vias das cidades. 

Para 2015, a meta da Digicon é instalar mais de mil novos Parquímetros Street, crescendo cerca de 20% neste segmento. 

Atualmente, são três mil equipamentos em 50 cidades de nove estados brasileiros, controlando mais de 65 mil vagas.   

Com isso, a divisão de Mobilidade Urbana tem projeção de aumento de até 15% para este ano.