FUTEBOL

Internacional compra ERP e CRM da Totvs

27/03/2014 17:35

O Gigante da Beira Rio está de cara nova. Foto: Gabriel Heusi/ Portal da Copa/ME

Tamanho da fonte: -A+A

O Internacional fechou a aquisição de um sistema de gestão da Totvs. 

A ferramenta fará a a gestão de processos, compras, estoques, financeiro, e até mesmo o caixa de cada partida de futebol. 

Além do ERP, será implementado também o software de gestão de relacionamento com cliente (CRM, na sigla em inglês) da Totvs, visando qualificar o atendimento aos sócios.

“Estamos implantando um estádio totalmente novo, com uma tecnologia muito superior a que tínhamos e precisávamos de um sistema de retaguarda que acompanhasse nossa evolução, pois queremos integrar todo o processo, desde o que acontece no dia do jogo até a estrutura de gestão da empresa”, explica Carla Ritter, gerente de tecnologia do Internacional.

O Inter é o segundo grande clube brasileiro a anunciar a aquisição de um software de mercado de ERP nos últimos meses. O primeiro foi o Palmeiras, que fechou em novembro do ano passado a compra do sistema para pequenas e médias Business One, da SAP.

Ambos clubes passam por um momento parecido, com grandes investimentos em estádios próprios que estão prestes a ser inaugurados com a expectativa de aumentar muito a receita – e a exigência dos torcedores em relação ao clube.

O novo Beira Rio, cuja inaugaração está marcada para o começo de abril, foi construído pela Andrade Gutierrez e consumiu investimentos de mais de R$ 400 milhões.

Hoje o Internacional é o clube com mais sócios do país, totalizando 101 mil no final do ano passado. Eles geram uma receita de R$ 3,4 milhões, pouco em relação aos R$ 252,9 milhões arreacadados em 2012, a grande parte deles vindo da venda dos jogadores.  

A meta é mudar o quadro, chegando a 200 mil sócios em 2019, o que demandará mais gestão por parte do clube.

“Nos últimos anos, os clubes vêm sofrendo grandes transformações devido a necessidade de otimização de processos operacionais e maximização de receitas”, resume o gerente de atendimento e relacionamento da Totvs no Rio Grande do Sul, Marcos Lichtnow.

A profissionalização do futebol brasileiro está atraindo a atenção de fornecedores de software, de olho em um segmento com alta visibilidade.

Quem tem feito mais barulho sobre o assunto é a SAP, que além do contrato fechado com o Palmeiras, tem contratos com cinco clubes da Bundesliga, incluindo Hoffenheim, Bayern de Munique e Hertha de Berlim. 

Algumas aproximações da SAP já falharam, como com o Fluminense e o Grêmio [o clube gaúcho, seguindo a lógica implacável da rivalidade Grenal, provavelmente terá que reabrir conversas com a SAP, agora o Inter fechou com a Totvs]. 

Com o fechamento do contrato no Inter, a Totvs mostra que não é por não falar do assunto que não está no páreo.

Veja também

GRENAL OFICIAL
Inter estará oficialmente no Fifa 14

Depois de anos de exclusividade na franquia Pro Evolution Soccer, da Konami, o colorado volta ao game da Electronic Arts.

NAMING RIGHTS
Arena SAP no Brasil? Parece dureza

Apesar de atuação na área esportiva ser importante na promoção da empresa nos últimos anos, a mera compra de naming rights não satisfaz a estratégia de marketing da SAP.

FUTEBOL
Biometria nos estádios. É possível?

Avança projeto que obrigará times de Porto Alegre a ter biometria para torcedores.

SAP
D'Alessandro, um craque tecnológico

Jogador do Inter surpreendeu funcionários do SAP Labs com visita ontem.

ÍNDIO
Aimoré: o clube de futebol da TI

São Leopoldo Cidade Tecnológica reza a camisa do glorioso Índio Capilé.

CONTROLE DE ACESSO
Digicon: catracas para o novo Beira-Rio

109 catracas motorizadas foram adquiridas para o projeto de modernização do estádio.