A Estácio precisou otimizar sua plataforma com o aumento de acessos simultâneos. Foto: Divulgação.

A Exceda, focada em soluções de segurança e web performance, implementou ferramentas de aceleração e segurança na Estácio, instituição educacional e tecnológica com 45 anos de atuação. Como resultado, registrou, em apenas 20 dias, o bloqueio de 35 mil ataques e, ainda, uma economia de R$ 850 mil referente à entrega de 9,6TB por meio dos servidores da Exceda.  

“O uso de uma tecnologia CDN permite a entrega de dados via "aluguel" de uma infraestrutura de maneira automática e sob demanda, ou seja, sem os serviços da Exceda o cliente reconhece que teria que "comprar" infraestrutura para realizar a entrega destes 9,6 TB de informação”, explica Paulo Cacciari, diretor comercial da Exceda.

O objetivo da iniciativa, realizada no ano passado, era melhorar a disponibilidade do sistema de ensino e garantir a mesma qualidade de acesso ao seu conteúdo a partir de qualquer localização geográfica.

A Estácio precisou otimizar sua plataforma para manter o suporte adequado à crescente demanda e aumento de acessos simultâneos.

“Atualmente, 460 mil alunos de todo o Brasil utilizam nosso sistema e acessam os conteúdos ao mesmo tempo. Por termos planos de crescimento da base de alunos, precisávamos de uma tecnologia que proporcionasse disponibilidade e segurança”, afirma Jorge Santos, diretor de Tecnologia da Informação da Estácio de Sá.

Para atender os objetivos de negócio da instituição, o projeto tecnológico contou com a implementação das soluções DSA Secure e Web Application Firewall (WAF). Juntas, as tecnologias permitem o acesso seguro e a transmissão regular e contínua de conteúdo online. 

A rede tecnológica adotada, composta por mais de 150 mil servidores conectados em rede, impede que ataques Distributed Denial of Service (DDoS) atinjam a infraestrutura do cliente.

Os servidores da Exceda passaram a entregar a informação ao usuário e reduziram em 90% as solicitações à infraestrutura da Estácio.

“A otimização de nossos serviços por meio das soluções adotadas alavancam o crescimento da Estácio de Sá e, principalmente, beneficiam milhares de alunos que acessam nossa plataforma de ensino diariamente”, completa Jorge Santos.

A Estácio foi fundada em 1970 no Rio de Janeiro e hoje está presente em 22 estados e no Distrito Federal, contando com 470 mil alunos matriculados e uma estrutura de cinco mil colaboradores e nove mil professores. 

A Estácio oferece cursos nas modalidades presencial e a distância de graduação e pós-graduação lato sensu. 

A Exceda  foi fundada em 2002 e também atua nos Estados Unidos, Espanha, Argentina, Chile, Colômbia, México e Peru. Atualmente, a Exceda atende mais de 300 clientes, entre portais de e-commerce brasileiros, instituições financeiras, companhias de mídia e entretenimento e governo.