Cristina Stringari Pasqual.

A MyLex, uma startup espanhola focada no mercado de informações jurídicas, acaba de abrir as portas no Brasil, com uma oferta focada em direito do consumidor e um investimento de R$ 3 milhões.

O portal oferece uma ferramenta online desenvolvida para responder às buscas dos advogados, cobrindo legislação e a jurisprudência brasileiras, além da indicação de sites e de bibliografia. A meta é ter 1 mil assinaturas no Brasil até o final do ano.

É a primeira operação da empresa, da qual alguns dos sócios foram fundadores do Elderecho.com, editora jurídica digital de grande sucesso na Espanha, com mais de 40 mil usuários. 

As indicações do software são filtradas por uma equipe de oito advogados brasileiros, liderada pela gaúcha Cristina Stringari Pasqual, sócia do escritório Stringari Pasqual Advogados Associados e professora da Fundação Escola Superior do Ministério Público do Rio Grande do Sul e Unisinos.

“O Brasil é o lugar certo para iniciar nossas operações pelo grande número de advogados - mais de 850 mil - e sua imensa e crescente informação jurídica disponível na Internet, o que apesar de positivo, na prática, dificulta ao advogado a obtenção de informação relevante e atualizada em um tempo reduzido”, avalia Evaristo Moliné, VP Editorial da myLex.. 

De acordo com Moliné, a previsão é de ainda em 2015 apresentar mais produtos, cobrindo outras áreas de especialização.

Cristina afirma que a solução da MyLexis é mais completa do que a ferramenta da IOB, site agregador de conteúdos jurídicos que pode ser considerado líder no Brasil.

“O IOB agrega conteúdo jurídico, mas o usuário tem que fazer a seleção e a análise. Na myLex, fazemos essa seleção e análise, que são feitas por especialistas”, explica a advogada, agregando que o sistema de pesquisas da página é focado em decisões dentro das empresas, enquanto o MyLex é um produto para advogados que litigam nos tribunais. 

Procurada, a IOB diz que o seu produto é sim voltado para advogados com uma equipe de profissionais dedicados e rastreia 100 diários oficiais.

O MyLex oferece um período de teste gratuito de 7 dias, sendo acionado a partir do cadastro no site.  Depois, é possível fazer um plano mensal de R$ 39 ou anual de R$ 348,00, equivalente a um valor mensal de R$ 29.