Antonio Neto, presidente do Sindpd.

O Sindpd e Seprosp, sindicatos da área de TI de São Paulo, aceitaram a proposta de conciliação judicial apresentada pelo Tribunal Regional do Trabalho e os funcionários de empresas de tecnologia paulistas devem ter um reajuste de 6,29%, mais um abono de 10% a ser pago em agosto.

Os 6,29% representam o IPCA, um dos índices que mede a inflação, com os 10% no salário de agosto, o reajuste global fica em 7,05%. 

A proposta inicial das empresas era de reajuste de 3,5%. O Sindpd não chegou a determinar um valor publicamente, mas disse ter como objetivo um reajuste “acima da inflação”.

Além do reajuste salarial, o acordo determina o fornecimento do vale-refeição no valor mínimo de R$ 17,50. 

Em nota, o Sindpd definiu a negociação com o Seprosp como uma das “mais difíceis dos últimos anos” e a postura do sindicato patronal como “intransigente e pessimista”. 

Com a crise econômica, as negociações tem sido mais difíceis. No ano passado, o Sindpd já havia fechado um acordo pela reposição da inflação, em 10,67%.