BPM DAY RS

Grendene inicia BPM com Beringer e Bizagi

27/04/2012 16:16

Sandro Braido. Foto: Gláucia Civa

Tamanho da fonte: -A+A

Com software da inglesa Bizagi e consultoria da Beringer, a Grendene, fabricante gaúcha de calçados que fechou 2011 com faturamento de R$ 2 bilhões, iniciou um projeto de adoção de gestão por processos que vem sendo debatido desde 2007.

Não há um prazo exato para conclusão, mas o coordenador de Sistemas da TI da fabricante gaúcha de calçados, Sandro Braido, programa para “dentro de 2012”.

Até agora, foram mapeados 13 macroprocessos, com documentação de 69 procedimentos e atividades nas áreas administrativa e financeira, o que envolve gerências de finanças, crédito e cobrança e controladoria.

“Até 2007, não tínhamos nada de gerenciamento de processos. Naquele ano, a partir da TI, tomamos a decisão de orientação a projetos, o que debatemos com a diretoria da empresa, que considerou ser ainda muito cedo para tanto, e tivemos de aguardar”, relembra o coordenador.

Desde então, a parceria com a Beringer vem em andamento, segundo Braido. No ano passado, o projeto foi retomado e iniciado, batizado de “Integrar”.

A ideia parte de uma TI que, por mês, soma sete mil horas de desenvolvimento, sendo 55% destas na fábrica de software interna e outros 45%, terceirizados.

“Com o BPM, nossa meta é reter conhecimentos, possibilitar o monitoramento de resultados das ações e processos diversos, mas principalmente estabelecer uma cultura de processos, revertendo o modelo de trabalho departamentalizado, onde cada um faz sua tarefa, desintegrado do todo”, explica Braido.

Fundada em 1971, a empresa da Serra Gaúcha iniciou suas atividades fabricando cestos plásticos para envolver garrafões de vinho.

Hoje, são mais de 200 milhões de pares de calçados produzidos por ano, dos quais 80% são vendidos no mercado interno e somente 20% exportados.

“Mesmo assim, temos 43,5% de participação no quadro de exportação calçadista brasileiro, conforme balanço do primeiro trimestre de 2012”, conta o coordenador de Sistemas.

A companhia, que nasceu de gestão familiar e abriu capital em 2004, tendo hoje 75% das ações nas mãos dos irmãos Pedro e Alexandre Grendene e  25% no mercado, também fabrica matéria prima (PVC), além de matrizes (ferramental necessário para produção dos calçados).

As fábricas se localizam em Carlos Barbosa e Farroupilha, no Rio Grande do Sul; Bahia e Ceará – onde se concentra 95% da produção de calçados.

A companhia emprega um total aproximado de 20 mil funcionários e, conforme Braido, projeta para este ano um incremento de receita da ordem de 10%, o que deve resultar na casa dos R$ 2,2 bilhões.

Veja também

BPM NO SUL
Santa Clara economiza com BPM

O ganho foi gerado em função de queda de 33% no desperdício em processos produtivos, entre outros indicadores de gestão da cooperativa gaúcha que reúne 4,4 mil produtores associados das áreas de laticínios e frigorífico.

Grendene migra para IBM Cognos 10.1

A Grendene, fabricante de calçados com sede em Farroupilha, acaba de migrar do BI IBM Cognos, da versão 8.4 para a release 10.1.

A atualização, comandada pela Meeting Strategic Solutions e FVG, parceiras da IBM no segmento de Business Analytics, foi feita em três dias e não impactou as atividades da companhia, garantiu Evandro Benedetti, da divisão da TI da companhia gaúch.

Grendene lucrou R$ 312 mi em 2010

A Grendene, fabricante de calçados com sede em Farroupilha, obteve em 2010 o melhor resultado de sua história, com lucro líquido de R$ 312,4 milhões, 15% a mais do que em 2009.

Conforme balanço divulgado nesta quinta-feira, 24, a receita líquida da companhia subiu 10,2% em relação ao ano anterior. A bruta, por sua vez, cresceu 9,9%

O Ebitda (lucro antes de juros, impostos, depreciação e amortização) de 2010 aumentou 35,8%, chegando a R$ 240,5 milhões.

Grendene: crescimento de até 12% em 2013

A Grendene, empresa do setor calçadista, projeta um crescimento entre 8% e 12% para o faturamento do mercado interno em até 2013.

A companhia vai apostar em calçados com preços acessíveis e produtos licenciados para vender a crianças e à classe C, informa o Valor Econômico.

Além disso, espera acrescentar 300 milhões de pares anuais no mercado nacional, que hoje recebe 858 milhões de calçados.

Grendene também entra no 3D

A Grendene inicia nesta semana sua primeira campanha utilizando a tecnologia 3D.

A ação serve para divulgador o calçado infantil Papete do Homem Aranha. Ao comprar o produto, os consumidores receberão um óculos 3D para navegar em um hotsite da marca e quatro adesivos para visualização nesta dimensão, informa o site Proxxima.

O site conta ainda com games, downloads de wallpapers e emoticons.

Desenvolvida pela WMcCann, a campanha pode ser conferida no link relacionado abaixo.

Grendene e Spaipa são destaque da IT Mídia
Os CIOs da Grendene, Ernani Paulo Toso e da Spaipa, Cláudio Antônio Fontes foram os destaques da região Sul no Prêmio Executivo de TI do ano, entregue pela IT Mídia nesta terça-feira, 24, em São Paulo.

Toso foi destacado na categoria Gestão financeira dos recursos de TI e Fontes em Monitoramento e Qualidade. A avaliação foi baseada em metodologia da PwC.

Laércio Albino Cezar, vice-presidente do Banco Bradesco, levou os prêmios de governança e segurança.
Alfamídia capacita funcionários da Grendene
O Centro de Treinamento Oficial Microsoft Alfamídia acaba de capacitar 50 colaboradores da Grendene, nas fábricas situadas em Farroupilha-RS e Sobral-CE. Os treinamentos serviram para qualificar os times de TI em Instalação e Configuração do sistema Windows Vista.
 
O curso preparou os colaboradores para instalação e configuração do sistema em Vista, mostrando as diferentes sistemáticas e funcionalidades da nova versão do Windows.