O Real Hospital Português adotou o SmartHealth, sistema de gestão hospitalar da Pixeon. Foto: Divulgação.

O Real Hospital Português, em Recife, adotou o SmartHealth, sistema de gestão hospitalar da Pixeon. O objetivo da organização foi otimizar o fluxo e os processos de trabalho, integrar todos os setores e otimizar o atendimento ao paciente.

Com 800 leitos, oito UTIs e quatro blocos cirúrgicos, o Hospital procurou uma solução para gerenciar e interligar todas as etapas do atendimento. 

A emergência, porta de entrada da maior parte dos pacientes da instituição, ganhou maior eficiência com o gerenciamento do sistema, o que facilita no momento de realizar procedimentos emergenciais. 

“A capacidade de atender mais pessoas com maior qualidade, eficiência e menor tempo só foi possível com o uso do sistema”, explica Ademir Novais, Gerente de TI do Real Hospital Português.

Além de centenas de leitos ativos, com uma taxa de ocupação que gira em torno de 80%, o Real Hospital Português possui 5 mil colaboradores, faz mais de 20 mil atendimentos e realiza 220 mil exames laboratoriais e 24 mil exames de imagem. 

As informações que um hospital deste porte gera são variadas e complexas, e podem ser fonte de big data para diversos índices da instituição. Assim, o principal benefício que o hospital pode ter com o uso do SmartHealth é simplificar os dados e a quantidade de informações, tornando sua leitura mais acessível. 

“Não seria viável gerir um hospital deste porte sem uma ferramenta que ajudasse a tomar decisões estratégicas na operação”, diz o vice-provedor Alberto Ferreira da Costa Junior. 

O sistema entrega relatórios e indicadores que auxiliam no planejamento estratégico e na criação de planos para cada um dos serviços oferecidos pelo hospital.

Com a solução, cerca de 1,6 mil computadores estão interligados ao sistema para gerar prontuários eletrônicos, o que facilita a comunicação com planos de saúde, auxilia na troca de informações e garante o preenchimento completo de informações que os convênios precisam para pagar ao hospital.

“Temos 900 médicos utilizando o sistema e sabemos que os profissionais têm consciência do aumento da produtividade conforme aprendem a utilizar melhor o sistema. É um processo continuo de crescimento de uso que gera maior eficiência”, salienta o vice-provedor Alberto Junior.

A Pixeon possui unidades em Florianópolis,  São Bernardo do Campo e Salvador. No total, mais de 1500 clientes utilizam os sistemas da Pixeon.