Sede da Zauber na capital argentina. Foto: flickr.com/photos/zaubersoftware

A Zauber, empresa argentina de monitoramento e engajamento de audiência em redes sociais, abriu um escritório em São Paulo com o objetivo de expandir as operações no Brasil.

A cidade é a terceira a ter uma operação da companhia, que atua em Buenos Aires e Palo Alto, nos Estados Unidos.

Na chegada ao país, a empresa já tem projetos junto a agências de marketing como a JWT e portais como o Yahoo e o R7. A meta é atender diversos setores, desde mídia até políticos.

A empresa conta hoje com cerca de 25 clientes e 50 funcionários entre engenheiros de software e especialistas em experiência de usuário, design de produto, inteligência artificial, matemática e ciências sociais.

Mundialmente, dentre os seus principais clientes estão MercadoLibre, Al Jazeera, JWT, Univision, CaracolTV, Clarín e Yahoo.

Em 2012, a startup faturou US$ 1,5 milhão e quer atingir o valor global global entre 50% e 70% neste ano.

Atualmente, são duas ferramentas voltadas a social media: a Flowics, que filtra e mostra em tempo real conteúdos das redes sociais em telas digitais com o objetivo de gerar engajamento; e a Tribatics, que monitora, analisa e classifica automaticamente o conteúdo gerado nas redes.

Com seis anos de mercado, a Zauber surgiu com a ideia de oferecer projetos personalizados para a internet, como um laboratório de desenvolvimento de software.

Seu primeiro aporte foi de US$ 1 milhão recebido da Pymar/AX Ventures.