Do atacado para o varejo. Foto: web.stagram.com/n/melissaoficial/

A Grendene vai investir no varejo com a linha de calçados femininos de plástico Melissa.

Conforme reportagem do Valor, depois de mais de décadas dedicadas ao atacado, a principal marca da fabricante vai expandir em varejo, com um potencial de até 200 lojas.

Atualmente, são duas lojas exclusivas da Melissa. Para chegar ao objetivo, a empresa firmou um memorando de entendimentos para se tornar a franqueadora da rede Jelly.

Com 42 lojas, a Jelly vende apenas calçados Melissa, mas atuava de forma independente da Grendene.

No ano passado, a Jelly comercializou 620 mil pares de Melissa. A Grendene, no entanto, não divulga os valores isolados de vendas de cada uma de suas marcas.

Além da Melissa, a fabricante conta com Rider, Ipanema, Grendha, Ilhabela e Grendene Kids.

Considerada a marca mais cara da Grendene, o preço médio da Melissa é de cerca de R$ 115.

De acordo com a reportagem, o controle das franquias permitirá que a companhia tenha acesso ao feedback do seu público consumidor e direcionar suas ofertas

Ainda não está definido se as próximas franquias abertas serão com as bandeiras Jelly ou Melissa

Segundo divulgado em nota, no segundo trimestre, o lucro líquido da Grendene ficou em R$ 59,5 milhões, alta de 61,4% em relação a 2011.