Hospital Alemão Oswaldo Cruz implantou Tableau. Foto: Divulgação.

O Hospital Alemão Oswaldo Cruz, de São Paulo, começou a implantação de seu projeto de Business Intelligence (BI) para melhorar a performance das análises, possibilitando ampliar os cruzamentos de dados da Instituição. A ferramenta escolhida para a elaboração dos painéis foi a Tableau, em parceria com a empresa CSC Brasil.

O projeto envolve a análise dos perfis dos pacientes, médicos e especialidades, com informações de caráter financeiro. A partir do próximo ano, serão incorporados indicadores específicos da qualidade assistencial.

Desde o início do projeto, a principal vantagem é a economia de tempo, que está sendo obtida não só na validação do banco de dados, como também nas análises, na criação de painéis e na curva de aprendizado dos usuários. Em dois meses, começaram a ser feitas as primeiras entregas de informações. 

A ferramenta Tableau está sendo usada prioritariamente sobre um banco de dados específico, construído para facilitar as análises, devido à decisão de não conectar o software de BI às bases existentes. 

Em relação à construção das bases de dados exclusivas para o BI, que é o principal desafio do projeto, o Hospital trabalha em parceria com a empresa Cetax, utilizando ferramentas da Oracle. 

Os usuários dessa primeira fase são gestores de várias áreas do hospital, tanto administrativo-financeira quanto assistencial, incluindo pessoal do Centro Cirúrgico, UTI e Unidades de Internação, além da Superintendência. 

Em um processo conjunto com o pessoal de BI, são formuladas as diretrizes das análises e depois, com os gráficos já prontos, os gestores fazem as críticas para aperfeiçoar o trabalho.  

Antes de adotar a Tableau para construção das análises, o Hospital utilizava sua plataforma de gestão de saúde para as análises de BI. 

A CSC Brasil prestou os serviços de consultoria para instalações e treinamento.

A empresa de gestão de tecnologia atua nas áreas de gerenciamento de infraestrutura, gestão de serviços, gestão de processos, inteligência do negócio e gestão de ativos corporativos. São 28 anos de atuação, especialmente nos setores bancário, financeiro, de telecomunicações, óleo & gás, outsourcing e energia.

A Tableau tem mais de 19 mil clientes espalhados pelo mundo, incluindo Pfizer, Bank of America, Princeton University, Adobe, Google e Intel. Em 2013, a empresa aumentou em 82% sua receita, atingindo US$ 232,4 milhões. A empresa está em ascensão no segmento por causa do Big Data.

O Hospital Alemão Oswaldo Cruz é referência em serviços de alta complexidade, com foco em cardiologia, neurologia, doenças digestivas, oncologia, ortopedia e traumatologia.  

Em 2013, a receita líquida da instituição teve crescimento de 20,3% comparada ao ano anterior, chegando a R$ 493,5 milhões. O Superávit Operacional, de R$ 35,3 milhões, cresceu 45,5% e o EBITDA, de R$ 55,9 milhões, teve aumento de 41,6%. 

Nos últimos quatro anos, os investimentos em infraestrutura, tecnologia, centros de referência e relacionamento com Corpo Clínico somaram R$ 350 milhões. Para 2014, a previsão era investir R$ 40 milhões.