Dilma e Dilma Bolada juntas. Foto: Reprodução.

A presidente Dilma Rousseff está de volta às redes sociais. O retorno foi marcado por um diálogo no início da tarde dessa sexta-feira, 27, com o perfil de humor Dilma Bolada.

O perfil oficial, após três anos sem atualizações, se referiu ao fake como linda maravilhosa em uma conversa longa e bem humorada.

Criado pelo publicitário Jeferson Monteiro em 2010, a Dilma Bolada recebeu hoje atualizações direto do Palácio do Planalto, lado a lado com a governante.

Confira abaixo trechos da conversa:

 Após o momento de descontração, foi a vez de postagens mais formais abordando assuntos como a capa da revista The Economist com a manchete “O Brasil estragou tudo” e o programa Mais Médicos.

O Twitter de Dilma estava estacionado em seus 1,9 milhão seguidores desde o último post em dezembro de 2010. Depois dessa troca de tuítes, o assunto já constava entre os trending topics com a hashtag Dilma Bolada.

Além disso, a presidente informou o lançamento do Portal Brasil, site que objetiva servir como porta de entrada dos cidadãos ao governo, e a criação de uma conta no Facebook e outra no Instagram.

O retorno da presidente às redes sociais tem um objetivo claro, segundo apontam especialistas: Dilma, que será a candidata do PT para reeleição em 2014, já quer se aproximar do público.

Em termos de presença em mídia social, Dilma está bem à frente dos possíveis concorrentes nas próximas eleições.

Seu perfil tem 1,9 milhões de seguidores. Marina Silva, que no momento tenta por de pé um partido para concorrer, tem 759 mil em um perfil ativo. Aécio Neves, provável candidato do PSDB, tem apenas 25 mil em um perfil que nunca foi atualizado. Eduardo Campos, do PSB, tem apenas 21 tweets desde 2010 e 4 mil seguidores.