Copel Telecom usa DWDM. Foto: divulgação.

A Copel Telecom, empresa de telefonia da Companhia Paranaense de Energia, investiu R$ 7,24 milhões na compra e implantação da tecnologia de transmissão DWDM, fornecida pela Coriant.

Com a novidade, a empresa tem o objetivo de alcançar uma taxa de transmissão de dados de até 100 Gbps por canal em seu backbone óptico. Além disso, com o novo sistema de transmissão, a companhia espera chegar aos 400 Gbps no futuro.

O backbone da operadora tem mais de 9,3 mil km de cabos de fibra óptica em seu anel principal e em radiais urbanos, num total de mais de 30 km que chegam a cerca de 400 municípios no sul do Brasil.

DMDW, sigla em inglês para Multiplexação por divisão de comprimento de ondas densas, é um protocolo que permite que numa rede se utilizem sinais óticos com diferentes tipos de frequência no mesmo canal, através da multiplexagem.

Iniciado há três anos, o projeto tem conclusão prevista ainda para 2013, para permitir que a companhia siga oferecendo o serviço de banda larga no estado do Paraná.

"Otimizada para alto desempenho e baixa latência de transmissão óptica coerente, a plataforma DWDM incrementa de forma significativa a escalabilidade, a confiabilidade e a inteligência do backbone óptico, aliadas a um baixo Custo Total de Propriedade (TCO)", afirmou a companhia, em nota.