Pontofrio vende sem papel com NFC-e. Foto: divulgação.

O Pontofrio iniciou em suas lojas o projeto de venda sem papel, com a implementação do uso da Nota Fiscal Eletrônica para Consumidor (NFC-e).

A iniciativa é a continuidade de um ciclo que partiu da introdução do uso de tablets por vendedores para o atendimento e a adoção de pagamento via PinPad móvel, dispositivo de leitura de cartões de crédito e débito conectado ao sistema da loja.

Desenvolvida internamente pela varejista, a novidade está disponível nas lojas do Shopping JK Iguatemi, em São Paulo, e Park Shopping São Caetano.

Segundo explica Júlio Baião, diretor de TI da Via Varejo, empresa que administra o Pontofrio, na etapa anterior do projeto, iniciada em setembro de 2014, a empresa inovou no pagamento via cartão de crédito e débito, em que o consumidor não precisava mais ir ao caixa.

Em março deste ano, a bandeira introduziu o pagamento por PinPad móvel, em que não era mais necessária a ida ao caixa para efetuar o pagamento, que passou a ser feita diretamente com o vendedor, o que representou mais ganho de tempo.

Agora, com o processo completo e a nota fiscal sendo enviada eletronicamente, estima-se que a compra toda seja realizada entre 8 e 10 minutos, a partir da escolha do produto pelo cliente.

"Para os itens que podem ser retirados na hora, por exemplo, bastava aguardar a impressão da nota fiscal e pegar o produto. Agora, é só pegar o produto e pronto. O cupom fiscal é enviado por e-mail”, comenta Baião.

Hoje, 100 lojas da Via Varejo, que também administra a Casas Bahia, já realizam vendas pelos tablets, 4 também estão com os PinPads móveis totalmente implementados e 2 pilotam a NFC-e.

Sem dar maiores detalhes, a varejista afirma que o rollout destas novidades seguirá gradativamente para as demais unidades, a partir de estudos do comportamento do consumidor nas diferentes regiões e análise de resultados combinada com a legislação fiscal em cada município.

Em início de adoção em São Paulo - em estados como Amazonas e Rio Grande do Sul o projeto da NFC-e está mais avançado - a nota fiscal eletrônica para consumidor está chamando a atenção de grandes varejistas.

Outro projeto realizado neste ano foi o da rede de vestuário feminino Marisa, que realizou com a catarinense NL um projeto piloto de adoção do software para utilização da NFC-e.

O projeto envolveu a implementação da solução de gestão de frente de caixa homologado para o Sistema Autenticador e Transmissor (SAT), que foi integrado à solução de ponto de venda (PDV) da empresa, o NLGV.