O Brasil será o quinto país da América Latina a integrar o programa. Foto: Pexels.

Os brasileiros farão parte do programa Global Entry de viajantes confiáveis dos Estados Unidos. Segundo o Itamaraty, a fase experimental deve começar em breve. 

O anúncio sobre a fase de testes aconteceu durante a reunião do Fórum de Altos Executivos Brasil-EUA, em Washington, revela o site UOL.

A iniciativa permitirá entrar no país com filas mais ágeis na imigração, mas ainda com a exigência de visto.

Na prática, quem tiver o visto feio no Brasil em dia não precisará passar por entrevistas com agentes imigratórios nos aeroportos americanos.

Em vez disso, basta apresentar o passaporte em quiosques eletrônicos, colocar impressões digitais e preencher uma declaração alfandegária antes de retirar as bagagens. 

Nem todos os brasileiros serão elegíveis. Ao menos seis fatores podem ser eliminatórios, como fornecer informações falsas ou incompletas ao preencher o formulário.

O Brasil será o quinto país da América Latina a integrar o programa. Argentina, Colômbia, Panamá e México já têm o benefício.

No resto no mundo, apenas outros sete países têm esse direito: Alemanha, Índia, Coreia do Sul, Suíça, Taiwan, Singapura e Reino Unido.