Francisc

Em um processo de enxugamento de sua operação na América Latina, a norte-americana NII Holdings vendeu a Nextel Argentina para o Grupo Clarín, ficando na região somente com os negócios da Nextel Brasil.

Com a venda do ativo na Argentina, o plano da companhia é destinar recursos para a operaçao brasileira, no qual está aos poucos ocupando o mercado de 3G e 4G e saindo do estigma de operadora de serviços via rádio.

Por conta de reestruturação financeira, a NII Holdings também vendeu recentemente a operação no México para a AT&T. Na Argentina, a empresa atuava há 18 anos. A informação é do Convergência Digital.

Recentemente a Nextel investiu na compra de frequência de 1,8Ghz, que será usada para seu serviço de 4G na cidade de São Paulo. O negócio foi firmado com a Vivo, que oferecerá parte de sua infraestrutura para o uso da Nextel.

Com a compra, a operadora pretende expandir seu portfólio de serviços em São Paulo, de forma a consolidar a marca como um dos principais players no segmento pós-pago.

No Rio de Janeiro, a companhia oferece o serviço de 4G desde o ano passado, e já possui 17,7% de market share no pós-pago, ocupando a terceira colocação no estado, atrás de TIM e Vivo.

A Nextel também fez mudanças executivas para fomentar seu crescimento no Brasil. Em agosto do ano passado, a empresa contratou Francisco Valim, ex-CEO da Oi, como o novo diretor-executivo da marca no país.