A Oracle publicou um comunicado que anuncia o fim do plugin do Java. Foto: H.C Huang/Shutterstock.

A Oracle publicou um comunicado na quarta-feira, 27, que anuncia o fim do plugin do Java.

Segundo a empresa, não há sentido em manter o recurso ativo pois diversos navegadores já divulgaram que encerrarão a possibilidade de instalação de plugins em suas ferramentas, enquanto outros já acabaram com esse cenário.

O Google, por exemplo, removeu a tecnologia necessária para suportar o plugin do Java em setembro. Já a Microsoft acabou com o suporte para o recurso com o lançamento do navegador Edge. A Mozilla anunciou planos para remover o suporte a plugins como o Silverlight e Java no Firefox até o final do ano.

As empresas que ainda dependem do plugin do Java poderão usá-lo ainda em navegadores compatíveis a curto prazo. A Oracle afirma que desenvolvedores de aplicativos devem considerar opções alternativas, como a migração para a tecnologia Java Web Start, livre do plugin.

Enquanto o plugin começou nos anos 90 como uma maneira inocente de trazer características de apps para os navegadores, nos últimos anos ele tem sido uma dor de cabeça para usuários e administradores de TI por suas falhas de segurança e problemas de malware, afirma o The Verge.

A Kaspersky chegou a publicar uma pesquisa em 2012 afirmando que o plugin do Java foi responsável por metade de todos os ataques cibernéticos que ocorreram naquele ano.