Thorsten Heins, CEO da Blackberry, está contente. Foto: divulgação.

Páscoa, época de ressurreição. E eis que a Blackberry aparece com as suas boas novas para os investidores. A fabricante de smartphones surpreendeu os analistas de mercado nesta quinta-feira, 28, anunciando lucro no balanço de seu quarto trimestre fiscal.

O lucro da empresa no período foi de US$ 98 milhões, um bom avanço comparado ao prejuízo de US$ 125 milhões obtido no mesmo trimestre no ano anterior, destaca o IDGNow.

A empresa fechou o período com receita inferior ao mesmo período no ano anterior - US$ 2,68 bilhões ante US$ 4,18 bilhões.

O período é o primeiro a incluir resultados das primeiras vendas do novo smartphone Z10, que teve um empurrão significativo com o pedido de 1 milhão de aparelhos realizado por uma empresa não divulgada em fevereiro.

No quarto trimestre, a BlackBerry despachou 6 milhões de aparelhos, sendo que 1 milhão deles foram aparelhos Z10, que contém o novo sistema operacional Blackberry 10.

No encalço das boas notícias, as más: a empresa teve uma queda de 3 milhões de pessoas em sua base de clientes, caindo para 76 milhões de usuários.

Além disso, Mike Lazaridis, co-fundador da fabricante canadense, está deixando o conselho diretor da companhia.

Segundo destacam analistas, ficar com a conta no azul é um fator que anima os investidores.

Com US$ 2,9 bilhões de dólares em caixa, a companhia poderá investir em uma campanha de marketing agressiva para seus novos smartphones Z10.

O plano da companhia é que os investimentos de marketing para os novos smartphones sejam aumentados em 50% no próximo trimestre.

Com uma estratégia mais forte, a empresa planeja recuperar um lugar de destaque no mercado de smartphones, onde já foi líder, mas atualmente amarga o quarto lugar no market share, atrás do líder Android, iOS e Windows Phone.