Lupo bota SAP em seus 40 mil pontos de venda em todo o país. Foto: divulgação.

A Lupo, fez go live há cerca de dois meses do SAP ERP Apparel and Footwear (AFS).

A fabricante de meias que tem mais de 220 lojas franqueadas e cerca de 40 mil pontos de venda em todo o país, e projetava faturamento na casa dos R$ 750 milhões para 2012, alta de 12% sobre 2011, teve a sua implantação conduzida pela consultoria Ábaco.

O projeto incluiu os módulos financeiro, de compras e almoxarifado, WMS no almoxarifado de compra e integração com WMS expedição, planejamento de vendas, vendas, produção, NF-e, integração para interfaces com sistemas externos e Business Analytics, com indicadores de gestão usando o SAP BW/BO.

Desde sua fundação, em 1921, em Araraquara, no interior paulista, a Lupo viu a produção crescer para atuais mais de 100 milhões de peças ao ano.

Sem falar na diversificação do portfóllio: se há 10 anos as meias representavam 70% da produção da empresa, hoje têm fatia em torno de 40%, e divide espaço com produtos como roupas e acessórios esportivos.

O crescimento demandou a modernização do sistema de gestão desenvolvido internamente por uma solução específica para a indústria de vestuário e calçados.

Foi aí que entrou em questão o SAP AFS, em um projeto que teve duração de dez meses e no qual o diretor Fabril da Lupo, Carlos Mazzeu, destaca a expertise da Ábaco no setor têxtil e de vestuário como fundamental.

“A consultoria se mostrou mais aderente às necessidades de nossa empresa, através de sua metodologia de implantação e experiência no segmento de mercado em que atuamos", corrobora Itamar Vallero, diretor de TI da fabricante.

EXPANSÃO

A adoção do SAP reafirma o passo da Lupo, que no ano passado cresceu na contramão da crise enfrentada pelo setor têxtil brasileiro, no qual só no primeiro trimestre de 2012 foi registrado déficit de R$ 1,65 bilhão em comércio exterior, conforme dados da Associação Brasileira da Indústria Têxtil e de Confecção (Abit).

Muito bem, obrigada, a Lupo não apenas cresceu em faturamento, mas também ampliou o parque fabril de Araraquara em mais de 20 mil metros quadrados no ano passado, com investimento projetado em R$ 30 milhões.

A companhia também mantém o foco em publicidade, setor para o qual destinou cerca de R$ 16 milhões em 2011, prevendo novos R$ 20 milhões para 2012, quando a marca fechou contrato de quatro anos com o jogador Neymar.

A Lupo emprega mais de 4,7 mil funcionários em duas fábricas localizadas em Araraquara, uma em Matão e uma em Guatapará.

A companhia incrementa a carteira de clientes da Ábaco, que é especializada em sistemas SAP e tem escritórios em Lisboa, Porto, São Paulo, Rio de Janeiro e Recife.

A carteira da consultoria também traz nomes como Fujitsu, Fujifilm, Active Brands e Carvalho Hosken, entre dezenas de outros.