PAGAMENTOS

Catho atualiza dados de cartões com Adyen

28/04/2021 17:14

A empresa de recrutamento está utilizando a solução Real Time Account Updater.

Foto: Pexels.

Tamanho da fonte: -A+A

A Catho, empresa especializada em recrutamento, adotou a solução Real Time Account Updater, da plataforma de pagamentos Adyen, para atualizar em tempo real os dados de cartão de crédito mesmo em caso de troca, fraude, perda ou roubo.

A ideia da plataforma, que segue as regras de bandeiras tradicionais e funciona no momento da transação, é colaborar para a redução de churn, o índice de perda de consumidores, em casos de desistências em decorrência da não realização de cobranças.

Desde o início da operação com essa funcionalidade, em março do ano passado, a empresa registrou um aumento de transações que anteriormente seriam perdidas. 

Segundo a Catho, esse total, em torno de 0,5% por mês, se refletiu na receita da empresa e gerou impacto em períodos como janeiro, quando é renovada boa parte das assinaturas anuais.

"Porém, tão importante quanto o impacto financeiro é oferecer uma experiência mais conveniente para nossos clientes, reduzindo atritos e evitando imprevistos, como perda involuntária de acesso à plataforma da Catho", destaca Regina Botter, diretora de operações da Catho.

A companhia oferece diversos serviços para seus assinantes, como cursos rápidos e consultoria virtual, além de soluções abertas também para não-assinantes, como simulação de entrevista e elaboração de currículos.

Para Gil Anauati, head de contas da Adyen, a gestão de pagamentos pode ser usada de forma estratégica mesmo por empresas de setores tradicionais. 

"O ideal é que o pagamento aconteça de forma tão descomplicada que passe quase que de forma imperceptível pelo consumidor, e o fato de não ter de atualizar manualmente dados que já registrados na plataforma é um grande diferencial no mundo digital", afirma.

Fundada em 2017, a Adyen conta com escritórios em 20 países e tem em seu portfólio brasileiro empresas como Magazine Luiza, Via Varejo, Uber, 99, iFood, Arezzo, Dafiti e MadeiraMadeira — impactando mais de 50 milhões de consumidores. 

Já a Catho faz parte do grupo Seek, líder mundial em recrutamento on-line sediado na Austrália. A empresa tem mais de 700 funcionários no Brasil, além de atuar em países como China, Índia, México, Indonésia, Nigéria, África do Sul, Hong Kong e Singapura.

Veja também

SAÚDE
SulAmérica tem novo VP de projetos estratégicos

Com 27 anos de carreira, Maurício Quinze é fundador das startups Coalizi e Quicko.

AI
OrthoDontic investe R$ 1 milhão em chatbot

A rede de clínicas adotou a tecnologia da Take e reduziu em até 85% os custos com atendimento.

DISPUTA
Infosys: projeto na Saraiva foi entregue

Saraiva está processando Infosys e SAP por projeto de ERP. Multinacional indiana se posiciona.

BOLSA
PicPay fará IPO na Nasdaq

Há uma semana, a fintech de pagamentos bateu mais de 50 milhões de usuários.

AI
Inter: prevenção de fraudes com IBM

Companhia vai integrar a solução IBM Safer Payments à sua plataforma de pagamentos.

PASSO
Zenvia vai abrir capital na Nasdaq

Empresa brasileira de tecnologia quer captar US$ 100 milhões na bolsa americana.

BRIGA
Saraiva processa SAP e Infosys

Projeto de implementação de ERP fracassado de rede de livrarias acaba na Justiça.

CARAS
Itaú tem biometria no app

Deve ser um dos maiores contratos do ano. Infelizmente, o Itaú não fala quem levou.

CHOCOLATE
Lindt integra lojas físicas e e-commerce com Adyen

No início da pandemia, a varejista de chocolates lançou seu e-commerce em 15 dias. 

DOR DE CABEÇA
Mercado Livre quer melar compra da Magalu

Aquisição da fintech Hub Prepaid foi aprovada pelo Cade em março, mas a concorrente recorreu.