Nohoa Arcanjo e Rodrigo Allgayer.

A Creators, HR tech que conecta profissionais criativos autônomos a empresas que precisam desses serviços, foi escolhida para a 5ª turma do Programa de Residência do Google para Startups.

Fundada em 2017 pelo publicitário Rodrigo Allgayer, a startup também conta hoje com a sócia Nohoa Arcanjo, responsável por marketing, relacionamento e community leader na empresa.

Após o capital inicial de R$ 50 mil das reservas pessoais dos fundadores, a HR tech acaba de superar R$ 2,5 milhões pagos aos usuários contratados através da plataforma e projeta dobrar o faturamento de 2019, que foi R$ 1 milhão.

No ano passado, a Creators recebeu investimento anjo e possui cerca de 2 mil profissionais validados e mais de 100 clientes cadastrados. Entre eles, estão marcas como Pernod Ricard, Vice, UOL, e agências como a Live e CuboCC.

A plataforma, que usa algoritmos para identificar as habilidades requisitadas, realiza um match em 24 horas entre empresas e profissionais (como redatores, diretores de arte, designers gráfico, planners e programadores), suporte no recrutamento e mediação da relação do início ao fim do contrato.

Caso o match não tenha funcionado bem, a startup garante a substituição do profissional. Para o freelancer, a plataforma oferece o pagamento proporcional aos dias trabalhados em caso cancelamento do contrato.

Segundo a Creators, seu foco é estruturar o trabalho freelancer para que profissionais se sintam apoiados a entregar seu trabalho criativo sem preocupações, promovendo acordos claros e seguros entre os profissionais e os clientes.

A plataforma recebe apenas profissionais sênior, selecionados por recrutadores humanos e chancelados por um time de curadores renomados no mercado da comunicação - que trazem para a rede freelancers com quem já trabalharam - e fazem a seleção dos melhores currículos e portfólios. 

Além disso, a startup aconselha os contratantes em relação ao briefing, escopo e valor de cada de trabalho, fornece canal de comunicação para que contratante e candidato conversem e possui gateway de pagamento integrado, evitando que o freelancer se preocupe em cobrar o cliente.

No programa de residência, que dura seis meses, a Creators terá suporte sob medida por meio de acesso único a recursos, especialistas e parceiros globais do Google, além de espaço de trabalho e integração com outros empreendedores e empreendedoras.

Por conta do distanciamento social, o programa será realizado de forma remota até que o campus Google para Startups, em São Paulo, seja reaberto.

Desde 2016, quando o programa foi lançado, 45 startups brasileiras já passaram por ele. No período de residência, elas obtiveram médias de 124% em crescimento de receita e 41% de aumento do time.