Foto: flickr.com/photos/sirobertyoungcom

A Claro confirmou uma instabilidade ocorrida nessa quarta-feira, 27, entre 8h30 e 14h30, afetando os três estados do Sul – Paraná, Santa Catarina e Rio Grande do Sul.

Em nota à imprensa, a operadora disse que parte de seus clientes nesses estados foi afetada, sem precisar o número exato.

De acordo com a empresa, a instabilidade foi resolvida às 22h40 da quarta-feira. Usuários, porém, ainda relatam problemas.

Segundo dados da Anatel para o mês de maio, a empresa – a terceira maior do Brasil com 24,59% de participação no mercado nacional – somava 8,9 milhões de clientes na região, respondendo por 24,27% da base de assinantes da telefonia móvel nos três estados.

O índice faz da Claro a terceira maior do Sul, atrás da Vivo (29,64%) e da líder, TIM (32,82%).

“A Claro pede desculpas pelos transtornos causados e reforça seu compromisso com a qualidade de seu serviço e com seus clientes”, disse a nota, enviada na noite dessa quarta-feira.

A informação da Claro confirma o que foi comentado por leitores do Baguete Diário.

Durante a tarde dessa quarta-feira, relatos de falhas no Rio Grande do Sul (Porto Alegre, Caxias do Sul e Quaraí), Santa Catarina (Tubarão) e Paraná (Curitiba) chegaram à redação via Twitter e na matéria sobre o incidente.

O único usuário que disse que não tinha problemas identificou-se como sendo de Porto Velho (RO).

Leitores também relataram estar sem o sinal do 3G para dados e também sem serviços de voz. Ligações via VoIP, telefone convencional e celulares de outras operadoras também estavam fora.

Em testes realizados na redação do Baguete Diário, localizada em Porto Alegre, aparelhos da Claro receberam telefonemas, mas não conseguiram fazer ligações para clientes de outras operadoras móveis.