Carolina de Andrade. Foto: divulgação.

O programa SocialGood Brasil aposta na inovação como o combustível para o empreendedorismo social. Para isso, a iniciativa criada pelo Instituto Comunitário Grande Florianópolis (ICom) e o Instituto Voluntários em Ação (IVA), em sintonia com o projeto mundial +SocialGood, está lançando uma plataforma de colaboração online.

Pronta a ferramenta, o desafio agora é atrair colaboradores, e quem cuidará disso será a catarinense Carolina de Andrade, gerente de Inovação Social no ICom que em 2012 foi nomeada coordenadora geral do Social Good Brasil, sendo uma das cinco +SocialGood Advisors em todo o mundo e única da América Latina.

"O objetivo desse trabalho é reconhecer melhores práticas na área de informática e inovação, com ações de inclusão que melhorem a vida dos mais pobres", comenta Carolina.

Mundialmente, a +SocialGood conta com o apoio da Organização das Nações Unidas. Por aqui, a iniciativa tem o apoio de empresas como a Fundação Telefônica Vivo, Instituto C&A e IBM.

No Brasil, a ideia de fazer um projeto nos mesmo moldes nasceu em 2012, após um seminário internacional realizado em novembro na capital catarinense.

Como exemplo de iniciativas já em andamento no país, Carolina cita o projeto Funk You, criado na favela da Maré no Rio de Janeiro, que utiliza uma abordagem "open source" do funk carioca, como uma forma de livre expressão cultural dos moradores.

E se o funk pode entrar na roda do SocialGood, já está vista a abrangência do projeto: "é aberto a iniciativas inovadoras em diversas áreas, como meio-ambiente, saúde, cidades inteligentes, entre outras", conta a gestora.

Para Carolina, a plataforma online chega para dar o boom que a iniciativa precisa para crescer no Brasil, já que a Internet tem figurado como maior contribuinte da expansão de projetos afins.

Os números falam por si: hoje, a rede local do Social Good conta com mais de 21 mil fãs no Facebook e 1,6 mil seguidores no Twitter - além do site da iniciativa, que serve de plataforma principal do projeto e recebeu mais de 170 mil visitas desde o lançamento, no final de janeiro.

"As novas tecnologias e as novas mídias estão mudando a forma como as coisas sempre foram feitas e oferecendo um espaço importante para a colaboração entre as pessoas na busca de soluções para nossos maiores problemas", analisa Carolina.

FUTURO

Para fortalecer sua presença, nos próximos meses o Social Good Brasil lançará um laboratório que testa e aperfeiçoa ideias de projetos sociais.

Já em outubro o projeto organizará um evento em São Paulo, o Social Good Summit Meetup Brasil.