Maurício Ouriques, gerente de Produto da Cigam. Foto: Divulgação.

A Cigam fechou uma parceria com a IBM para agregar funcionalidades de computação cognitiva ao seu sistema de gestão (ERP). 

Até agora, o sistema da empresa gaúcha é único ERP nacional a contar com este tipo de parceria com a multinacional. 

Para estudar e criar ferramentas com os recursos do Watson, sistema de computação cognitiva da IBM, a Cigam criou um grupo de trabalho formado por 30 profissionais. A equipe contou com um treinamento promovido pela IBM.

Um dos projetos em desenvolvimento é a criação de uma área de suporte inteligente com o uso do Watson. A equipe trabalha hoje para “ensinar” ao sistema o funcionamento da solução, para que a ferramenta possa interpretar as dúvidas dos clientes.

“Esse processo é importante porque o Watson cresce a partir do uso, pois quanto mais o sistema é ensinado, melhor a resposta fica. A melhoria da ferramenta depende da dedicação de tempo da empresa a incrementar o sistema”, relata Maurício Ouriques, gerente de Produto da Cigam.

Com a parceria com a IBM, a Cigam também deve incorporar em seu ERP a possibilidade de login por reconhecimento facial e o uso do sistema por voz.

Além disso, a empresa trabalha para contar com recursos inteligentes para e-commerce, com estudo de perfis para a análise de usuários, permitindo ofertas personalizadas para os clientes.

“A integração desse tipo de recurso com o CRM pode gerar um cruzamento de informações entre perfis de clientes e vendedores, para que seja possível encaminhar o cliente para o profissional mais adequado a partir de sua identificação na loja”, detala Ouriques.

Em conjunto, a IBM e a Cigam promoveram neste mês uma edição do 24h de ProgramAção. O evento contou com palestras, treinamentos e uma competição entre times multidisciplinares com foco no Watson.

A plataforma de computação cognitiva com a qual os usuários podem interagir usando linguagem natural é o grande diferencial na oferta de big data, análise de dados e business intelligence da IBM.

Um dos cases mais avançados é o do Memorial Sloan Kettering, um hospital de ponta no tratamento de câncer nos Estados Unidos. Na instituição, os médicos pesquisam através do Watson em um banco de dados aberto de milhares de jornais acadêmicos e pesquisas científicas para compor o seu tratamento.

Atualmente, o desafio da IBM com o Watson no Brasil é a criação de um engenho de processamento semântico que opere em português, para que o sistema entenda a linguagem local com profundidade e consiga processar perguntas com o modo de falar do país. 

Há 3 décadas no mercado de software de gestão empresarial, a Cigam possui mais de 5 mil clientes. A Rede Cigam tem 80 unidades de atendimento distribuídas pelo país e uma no México, contando com cerca de 800 profissionais e oferecendo soluções em ERP, CRM, PDV, RH, mobile e BI.

A empresa encerrou o ano de 2014 com faturamento de R$ 53 milhões, uma expansão na casa dos 28% sobre o ano anterior e acima da meta de 22% inicialmente prevista. O resultado da Cigam em 2015 não foi divulgado.