STARTUP

Anjos do Brasil investe na GeekHunter

28/07/2016 09:34

A Rede de Investidores Anjo (RIA) é uma iniciativa da ACATE com a Anjos do Brasil. 

Tomás Ferrari, CEO e fundador da GeekHunter. Foto: Divulgação.

Tamanho da fonte: -A+A

A startup GeekHunter, desenvolvedora de uma plataforma que auxilia empresas a contratar profissionais na área de TI, é a segunda empresa a receber aporte de recursos por meio da Rede de Investidores Anjo (RIA) Santa Catarina, iniciativa da Associação Catarinense de Empresas de Tecnologia (ACATE) em parceria com a Anjos do Brasil. 

Em março, a empresa participou do primeiro fórum da RIA, apresentando seu modelo de negócio para os participantes da rede.

Agora, a empresa anuncia o primeiro round de aportes por meio de seis investidores anjo, tendo como investidor líder Eduardo Smith. Entre 2003 e 2014, Smith atuou no Grupo RBS, passando por cargos como diretor de desenvolvimento de negócios e vice-presidente para Jornais, Rádio e Digital.

Os recursos serão utilizados para acelerar o crescimento da empresa, com a busca de novos contratantes para a plataforma e a evolução do produto. 

A plataforma da GeekHunter oferece às empresas currículos de profissionais de TI e apresenta aos candidatos as melhores oportunidades de trabalho no mercado. 

“Por meio da plataforma, fazemos uma bateria de testes para filtrar apenas os melhores candidatos para cada perfil de função (programador Java, Phyon, PHP, iOS, Ruby etc.) e são aprovados apenas 5% dos candidatos. Isso reduz significativamente o ciclo de contratações, o custo do processo de recrutamento e todo o inconveniente e as perdas por não ter os profissionais certos”, comenta Tomás Ferrari, CEO e fundador da GeekHunter. 

Com sede em Florianópolis, a startup começou a operar em julho de 2015, na incubadora Celta. Hoje já são mais de 10 mil candidatos cadastrados na plataforma, distribuídos em todo o Brasil, especialmente nas regiões Sudeste (62%) e Sul (20%). 

Mais de 230 empresas - entre elas Dafiti, Ambev, BlueTicket, Chaordic, BankFacil e GuiaBolso - utilizam a solução, que fazem cerca de 160 ofertas de emprego por mês. 

O serviço é gratuito para os candidatos e pago pelos contratantes, apenas em caso de sucesso na contratação. 

“É uma startup madura, que já atingiu o breakeven mesmo com pouco tempo de mercado. Além disso, mostrou uma solução que de fato pode ajudar a resolver um problema sensível no mercado de tecnologia”, comenta Marcelo Cazado, líder da Rede de Investidores Anjo da ACATE.

Veja também

AGRICULTURA
Monsanto investe em fundo de startups

O fundo irá investir em startups de inovação tecnológica para o agronegócio.

ACELERADORA
Cotidiano aplica R$ 2 milhões em startups

Idealizada por sete executivos do setor de TI, a aceleradora foi fundada em Brasília.

HOLDING
Egenius Founders investe em fintechs

A empresa já desenvolveu dois marketplaces de serviços e duas plataformas financeiras.

ACELERAÇÃO
Nimbi investirá R$ 10 milhões em startups

A Nimbi planeja investir em quatro projetos criados por startups em 2016.

DESAFIOS
100 Open Startups abre inscrições

A rede conecta startups a 120 grandes empresas do Brasil.

CONTINUIDADE
Startup Brasil é atrasado de novo

Atraso do programa já é uma política de estado.

VENTURES
Algar quer se aproximar de startups

A Algar Ventures será a ponte entre o ecossistema de inovação e as empresas do grupo.

CAPACITAÇÃO
SC lidera startups do InovAtiva Brasil

No total, 28 empresas catarinenses se destacaram entre as 300 que iniciaram o programa.