DADOS

eSales: LGPD com Privacy Tools

28/07/2022 15:52

Os primeiros meses da adaptação foram focados na aprendizagem da plataforma e da Lei.

O processo de integração também envolveu os times de infraestrutura e desenvolvimento (Foto: Pixabay)

Tamanho da fonte: -A+A

A eSales, especializada em software para gestão de cadeia de negócios, adotou a solução da Privacy Tools, startup gaúcha especializada em privacidade e segurança de dados, para se adaptar à Lei Geral de Proteção de Dados Pessoais (LGPD).

Os primeiros meses da adaptação à LGPD foram focados na aprendizagem da plataforma adotada e da Lei. 

“Contamos com o apoio do suporte e comercial da Privacy Tools para que tudo ocorresse o mais rápido possível dentro da plataforma, ao mesmo tempo que capacitamos nossos colaboradores com certificações de Data Protection Officer”, relata Rudimar Grass, Chief Security Officer (CSO) da eSales.

Depois, o Data Protection Officer (DPO) e a área de segurança da informação da empresa seguiram com a gestão da plataforma, dos pedidos dos titulares e acompanhamento das atualizações nos processos e novos tratamentos.

Além das duas áreas, o processo de integração também envolveu os times de infraestrutura e desenvolvimento.

Com 25 anos de história e unidades de atendimento em Porto Alegre, São Paulo, Brasília e Goiânia, além de contar com outra em Portugal, a eSales desenvolve softwares de integração que englobam soluções logísticas, financeiras, de file transfer, analytics e documentos fiscais para a cadeia de negócios.  

O Grupo conta com cerca de 340 mil usuários atendidos, 2,5 mil transportadoras integradas, 43 instituições financeiras homologadas e mais de 1 mil clientes embarcadores.

A Privacy Tools é acelerada pela Obr.global, uma consultoria de internacionalização de negócios liderada por Robert Janssen, consultor nessa área para a Softex há duas décadas, membro de diversos grupos anjos do Vale do Silício e vice-presidente de Relações Internacionais da Assespro.

Além da eSales, a startup tem clientes como CRM Piperun, Grupo RBS, Banco RCI e Senff.  

Os fundadores são Aline Deparis e Marison Souza, ambos também criadores da Maven, uma companhia especializada em ferramentas de publicação digital que com o tempo evoluiu para um grupo de empresas.

Em fevereiro deste ano, a Privacy Tools recebeu um aporte de R$ 2 milhões da Bossanova, micro venture capital especializada em aportes pré-seed, e da gestora Domo Invest. 

Segundo a revista Exame, a empresa cresceu 661% em 2021 e deve quadruplicar de tamanho neste ano.

Veja também

COOPERATIVAS
Sicoob: projeto LGPD com Privacy Tools

Até então, a adequação dos processos estava sendo feita de forma manual.

CONSIGNADO
INSS: R$ 2,5 mil por um vazamento de dados

Se a moda pega, quando pode chegar a custar isso?

COMPRAS
Governo federal expõe dados de empresários

A companhia TI Safe descobriu a sua própria exposição ao participar de um pregão.

DADOS
Bom Jesus: projeto LGPD com Privacy Tools

Grupo educacional adotou solução para gerir melhor suas informações.