RUMOS

Meta reporta primeira queda de receita

28/07/2022 10:42

Resultados do segundo trimestre são históricos na empresa.

Mark Zuckerberg, fundador da Meta. Foto: Amy Osborne/Getty

Tamanho da fonte: -A+A

A Meta, conglomerado dono do Facebook, WhatsApp e Instagram, teve sua primeira queda de receita em 12 anos como empresa pública. 

O valor foi registrado no segundo trimestre deste ano, com 1% de queda na receita, para US$ 28,8 bilhões (cerca de R$ 150,6 bilhões).

Conforme o portal The Information, a queda tem relação com questões macroeconômicas e preços de anúncios em baixa.

Com o déficit, as ações da Meta caíram cerca de 4,5%, com uma capitalização de mercado em torno de US$ 450 bilhões, valor que representa uma queda acumulada de 50% em relação ao início do ano.

Segundo David Wehner, futuro primeiro diretor de estratégia da empresa, a receita cairá novamente no terceiro trimestre, registrando 1,7% no melhor cenário e 10% no pior.

No começo deste ano, em fevereiro, o valor de mercado da Meta recuou US$ 237,1 bilhões, registro que foi considerado, segundo o NeoFeed, a maior perda diária da história do mercado de capitais americano.

O único registro que foi favorável para a empresa é o da base de usuários ativos do Facebook, que aumentou 3%, com 1,97 bilhão de novos usuários.

As quedas dentro da Meta acontecem em meio a uma transformação dentro da empresa, que quer evoluir para o metaverso – descrito por Mark Zuckerberg como um ambiente virtual imersivo, onde as pessoas poderão "entrar" virtualmente.

Porém, os ares da realidade virtual não são positivos para a empresa. Nesta quarta-feira, 27, a Comissão Federal de Comércio dos Estados Unidos (FTC, na sigla em inglês) deu entrada em um processo para bloquear a compra da Within, estúdio responsável por um aplicativo de fitness baseado em realidade virtual, pela Meta.

No processo, o FTC diz que a Meta tem recursos necessários para desenvolver seus próprios aplicativos para o metaverso, já que a empresa iniciou, em 2014, a construção da realidade virtual com a compra da Oculus VR.

De acordo com John Newman, vice-diretor do FTC Bureau of Competition, a Meta está tentando comprar seu caminho para o topo: “Essa é uma aquisição ilegal e buscaremos todas as medidas cabíveis.”

Veja também

GÊMEOS?
Microsoft lança “Facebook” no Teams

A companhia deixou o Yammer de lado e criou aplicativo com interface um tanto familiar.

ATENDIMENTO
eMed: WhatsApp com AnnA

A desenvolvedora gaúcha já migrou 30% de seus atendimentos para o canal de mensagens.

CONECTIVIDADE
GOL libera WhatsApp em voos

Serviços de mensageria agora podem ser usados gratuitamente.

MUDANÇA
WhatsApp abre API para empresas de qualquer porte

Antes, somente grandes empresas e parceiros homologados podiam acessar o serviço.

CORTES
Shopify demite 1 mil, 10% do time

Para o CEO, aposta no crescimento interminável do e-commerce foi “um erro”.

CENÁRIO
Involves demite 18%

Cerca de 70 profissionais foram desligados. A empresa segue com mais de 300.