A participação da Petrobras na BR Distribuidora está abaixo de 50% pela primeira vez. Foto: Divulgação.

Pedro Ripper, que foi presidente da Cisco no Brasil entre 2006 e 2008, está na lista de nove nomes que deverão compor o conselho de administração da BR Distribuidora.

O Brazil Journal relata que o grupo deverá orientar uma virada na gestão da BR no momento em que a participação da Petrobras na distribuidora é de 37,5%, pela primeira vez abaixo de 50%.

Ripper faz parte dos seis nomes indicados por outros acionistas, não pela Petrobras. Ele também é membro do conselho da Iguatemi, da Positivo Tecnologia, da GlobeNet e da Mobicare. CEO da Bemobi desde julho 2013, ele também foi diretor executivo da Oi.

Para o conselho, a Petrobras indicou três nomes, conforme detalha o Brazil Journal:

Maria Carolina Lacerda: já liderou o banco de investimentos do UBS no Brasil, foi managing director do Deutsche Bank, diretora da Merrill Lynch e Unibanco. Atualmente, é membro independente do conselho de administração da Hypera Pharma. 

Alexandre Firme Carneiro: sócio diretor da empresa de consultoria ValorArt, exerceu diversos cargos na Shell Brasil entre 1983 e 2006, como VP comercial para a América Latina; VP executivo e diretor de aviação para a América do Sul.

Edy Luiz Kogut: foi diretor da holding da Camargo Corrêa e trabalhou na Projeta Consultoria. Foi sócio das corretoras Omega e Equipe, além de membro dos conselhos da Santista Têxtil, São Paulo Alpargatas, Alcoa e Boa Vista Serviços.

 

Os outros acionistas indicaram: 

Carlos Piani: ex-CEO da PDG Realty e da Equatorial Energia. Foi sócio da Vinci Partners e da área de investimentos Ilíquidos do Pactual. Atualmente, é conselheiro da Equatorial e executivo na área de M&A global da Kraft Heinz. Foi CEO da Kraft Heinz no Canadá. 

Claudio Roberto Ely: CEO da Drogasil de 1998 a 2011. Depois da fusão com a Raia, se tornou CEO da Raiadrogasil. Hoje, é membro do conselhos da Dimed (Panvel) e Pet Center Marginal, além dos conselhos consultivos da Eurofarma e Warburg Pincus. 

Leonel Andrade: estruturou a Smiles, fez o IPO da empresa e liderou a companhia de 2013 a 2019. Antes, fez carreira numa série de empresas ligadas a consumer banking e meios de pagamento, como Citifinancial, Credicard, Losango Financeira, HSBC e Visa. 

Mateus Bandeira: foi sócio-presidente e CEO da Falconi, além de membro dos conselhos do Banco Pan, PDG, Terra Santa Agro e Hospital Moinhos de Vento (desde 2016). Foi CEO do Banrisul, subsecretário do Tesouro e secretário de Planejamento e Gestão do Rio Grande do Sul. 

Ricardo Maia: atuou por 25 anos na Ipiranga, onde foi diretor de marketing e vendas (2006 a 2012) e gerente de divisão (1987 a 2005).