Florianópolis contará com orelhões com sinal wi-fi da Oi. Foto: divulgação/Oi.

A partir de outubro, Florianópolis testará uma nova tecnologia da Oi, com telefones públicos com acesso à internet por tecnologia wi-fi.

Segundo a operadora, a capital catarinense será a primeira cidade do País a contar com esse serviço.

O primeiro orelhão será instalado no Largo da Catedral e a previsão é de que 30 aparelhos sejam instalados até o fim de 2013.

Usuários de qualquer operadora, que tenham um dispositivo compatível com tecnologia wi-fi, poderão se conectar à Internet gratuitamente, desde que estejam num raio de aproximadamente 50 metros dos aparelhos.

A velocidade da conexão não foi informada pela operadora.

Na fase de teste dos orelhões, o acesso gratuito será ilimitado, bastando para isso o cliente se cadastrar no portal, que aparecerá logo após o usuário se conectar à rede Oi WiFi.

Esse período será usado para o entendimento da demanda e para ajustar a qualidade do serviço para a população. Ao longo do próximo ano, a Oi espera ampliar a oferta do serviço por meio desses aparelhos.

A instalação do serviço de wi-fi em telefones públicos faz parte da estratégia da rede Oi WiFi. Lançada em novembro de 2011, a rede tem o objetivo de atender à crescente demanda por acesso à internet móvel gerada pela popularização de smartphones e tablets.

“Florianópolis é uma cidade com a qual a Oi tem uma forte parceria. Seu perfil inovador, com população altamente conectada, demonstra que há demanda significativa por acesso à Internet", diz o diretor de Segmentos da Oi, Eduardo Aspesi.

De acordo com o executivo, a Oi pretende lançar esse serviço como complemento à rede Oi WiFi em várias outras cidades, mas Florianópolis será a primeira delas.

ORELHÃO COM INTERNET

Em São Paulo, uma iniciativa semelhante também está em implantação pela Vivo, com telefones públicos com acesso à internet.

Em vez de disponibilizar sinal wi-fi, o aparelho conta com acesso local, por meio de uma tela de cristal líquido do aparelho, na qual o usuário pode navegar e enviar mensagens via web.

O aparelho também conta com uma câmera acoplada para o uso em vídeochamadas.

Desde o meio de agosto, há um orelhão multimídia funcionando na sede da Vivo, em São Paulo.

Até o fim do ano, a operadora instalará até dez em outros pontos na cidade, segundo os profissionais envolvidos no desenvolvimento. A Vivo informa que, por enquanto, o aparelho não está em fase comercial.