Marisa adota NFC-e com gaúcha NL. Foto: divulgação.

A Lojas Marisa, rede nacional de varejo em vestuário feminino, realizou com a NL um projeto piloto de adoção do software para utilização da nota fiscal eletrônica para consumidor (NFC-e).

O projeto envolveu a implementação da solução de gestão de frente de caixa homologado para o Sistema Autenticador e Transmissor (SAT), que foi integrado à solução de ponto de venda (PDV) da empresa, o NLGV.

O SAT é o hardware responsável pela geração do Cupom Fiscal Eletrônico (CF-e), sua assinatura digital e transmissão periódica à Secretaria da Fazenda de São Paulo.

Para a Marisa, cliente da NL desde 2007, o projeto começou em quatro lojas, tornando a varejista a primeira cliente da integradora para a nova solução, que teve sua obrigatoriedade iniciada em julho de 2015 para novos contribuintes no estado.

No caso de estabelecimentos comerciais cujos equipamentos ECF tenham 5 anos de uso, o prazo se estenderá até janeiro de 2018. Entretanto, para a Marisa o plano é expandir nos próximos meses o projeto a todas as lojas já mantidas pela rede em São Paulo.

Além do piloto realizado nas lojas paulistas, a Marisa também utiliza o NLGV para NFC-e nos estados do Amazonas e Mato Grosso, unidades federais que já avançados no uso da nota fiscal eletrônica para consumidor.

A solução também é usada para atendimento às normas da Nota Fiscal de Consumo Eletrônica por empresas como Top Internacional, rede de freeshops presente nos estados no Norte do país, e Tacchini, rede de farmácias do Rio Grande do Sul, entre outros.

Sediada em Caxias do Sul e com uma carteira de mais de 25 mil usuários em mais de 9 mil PDVs ativos e 180 mil NFs geradas mensalmente, a NL tem clientes como Grupo Grazziotin, Converplast, Top Internacional, Lojas Esplanada e Sodexo/Puras.

Em sua estratégia de levar produtos a mais clientes e geografias, no mês passado a NL firmou um acordo com a multinacional dinamarquesa de Business Intelligence Targit, oferecendo as soluções da para a sua base de clientes. Por sua vez, a Targit e sua base de revendedores no Brasil irão indicar as soluções da NL a seus clientes.

A Marisa fechou o ano passado com uma receita líquida de R$ 2,6 bilhões, uma queda de 17% frente aos resultados de 2014. Caso a participação tenha se mantido em 0,7%, isso renderia um e-commerce com faturamento de R$ 18,2 milhões.