SAÚDE

Pixeon compra BoaConsulta

28/09/2020 09:55

Com a pandemia, plataforma de agendamento de consultas passou a oferecer solução de telemedicina.

Armando Buchina, CEO da Pixeon. Foto: divulgação.

Tamanho da fonte: -A+A

A Pixeon, healthtech controlada pelo fundo americano Riverwood Capital, anunciou a aquisição da BoaConsulta, startup especializada no agendamento de consultas médicas, gestão de clínicas e telemedicina.

De acordo com o site NeoFeed, o valor do negócio não foi revelado, mas a transação foi em dinheiro e troca de ações. 

A BoaConsulta já tinha levantado R$ 15 milhões desde a sua fundação, em 2011. Seus investidores são Koolen Partners, Performa Investimentos, Valor Capital e 500 Startups, que agora terão uma participação na Pixeon.

Os fundadores são Adriano Fontana, Octavio Domit e Victório Braccialli, que permanecem na nova operação. Fontana será o head da área a ser criada na Pixeon.

Com uma plataforma voltada para o agendamento de consultas via site ou aplicativo, a BoaConsulta também desenvolveu um sistema de gestão de clínicas de saúde. Com a pandemia, passou a oferecer uma solução de telemedicina.

Até agora, já foram realizados 1,5 milhão de agendamentos de consultas através do aplicativo e, em agosto, a startup bateu o recorde de acessos em seu site, com quase 2 milhões de visitas.

No total, são mais de 1 milhão de pacientes cadastrados, 58 mil especialistas, 4 mil clientes — em geral pequenas clínicas médicas — e 30 funcionários, que serão incorporados à Pixeon.

A Pixeon, por sua vez, tem penetração em empresas maiores, como a HapVida, Alliar e Hermes Pardini. 

Com o negócio, a compradora passa a ter uma base de dados com informações de 42 milhões de pessoas, mais de 150 milhões de exames e consultas por ano e seis mil clientes.

A estratégia da Pixeon deve ser B2B2C, oferecendo a solução para clientes corporativos, como clínicas, hospitais e laboratórios. Estes, por sua vez, atendem o consumidor final, que podem ser os pacientes, médicos ou psicólogos.

Assim, a companhia irá criar um marketplace para conectar todas as pontas da área de saúde, integrando hospitais, clínicas médicas e laboratórios.

“É uma ampliação da nossa estratégia.Temos uma solução completa para clínicas, laboratórios e hospitais, mas agora estamos incluindo os pacientes nessa jornada”, explicou Armando Buchina, CEO da Pixeon, ao NeoFeed.

Ainda de acordo com a publicação, essa não deve ser a única aquisição da Pixeon, que está avaliando mais quatro empresas.

Fundada em 1990, a Pixeon se uniu à Medical Systems em 2012, dando forma à sua configuração atual.

Um ano depois, a Intel Capital e a Riverwood Capital investiram R$ 30 milhões na companhia e os recursos foram usados na compra de outras empresas, como LabLinc, MedicWare e Digitalmed.

Em 2017, a Riverwood Capital comprou o controle da Pixeon e a Intel Capital saiu do negócio, sendo substituída pelo fundo Ória.

Para 2020, a companhia tem a meta de faturar R$ 100 milhões.

Veja também

ROBÔS
Gartner: mercado de RPA está quente

Crescimento de 11,9% em 2020 e novo salto de 19,5% em 2021, prevê consultoria.

FINANCEIRA
Unicred unifica portal de demandas com ServiceNow

Confederação de cooperativas contou com a implementação da Organize Cloud Labs.

VP
Viviane Ricci assume todo comercial da Sonda

Executiva já tinha a área de governo, agora fica também com a iniciativa privada.

OBRAS
Juntos Somos Mais compra Triider

Empresa da Votorantim Cimentos, Gerdau e Tigre apostou no marketplace criado em Porto Alegre.

COMEÇOU
Locaweb compra Social Miner

Essa é a primeira aquisição depois que a empresa anunciou R$ 431 milhões para onda de compras.

PORTO ALEGRE
Tudo segue igual na Procempa

Projeto de mudança na estatal da prefeitura é derrotado na Câmara de Vereadores.

INSIDE SALES
Accenture compra N3

Companhia adquirida é focada em outsourcing de vendas e tem clientes como a Microsoft.

XBOX
Microsoft compra Zenimax por US$ 7,5 bi

Com a aquisição, companhia passa a ter 23 estúdios especializados no desenvolvimento de games.

NEGOCIAÇÃO
Oferta da Totvs pela Linx não avança

No meio do caminho tinha uma minuta, tinha uma minuta no meio do caminho.

INVESTIMENTO
Acesso Digital recebe aporte de R$ 580 milhões

Rodada série B da startup de biometria facial foi liderada pelo Softbank e pela General Atlantic.