E-COMMERCE

Merama levanta US$ 225 milhões

28/09/2021 14:43

Rodada série B foi liderada por Softbank e Advent, com participação da Globo Ventures.

Sujay Tyle, cofundador e CEO da Merama. Foto: divulgação.

Tamanho da fonte: -A+A

A Merama, empresa que está construindo uma holding de marcas latinoamericanas de e-commerce, acaba de receber um aporte de US$ 225 milhões (cerca de R$ 1,15 bilhão) em rodada série B liderada por Softbank e Advent. 

Com participação da Globo Ventures, braço de investimento do conglomerado de comunicação, a rodada também contou com os atuais investidores da companhia, que são Monashees, Valor Capital, Balderton Capital e Maya Capital.

A Merama foi fundada em 2020 por Sujay Tyle, cofundador ex-CEO do Frontier Car Group; Renato Andrade, ex-associate partner da McKinsey; Guilherme Nosralla, ex-McKinsey e ex-head de growth da Wildlife Studios; Felipe Delgado, ex-CEO da Beetmann Energy; e Olivier Scialom, cofundador e ex-COO da Petsy. 

Com foco em marcas latino-americanas predominantemente digitais, a proposta é identificar as marcas que mais se destacam em cada categoria e comprar uma fatia majoritária delas, permitindo que os empreendedores continuem operando o dia a dia como parceiros, com acesso a tecnologia, capital e auxílio de uma equipe especialista em e-commerce.

Hoje a Merama tem mais de 100 funcionários, em São Paulo e na Cidade do México, e já adquiriu participações em mais de 20 empresas que oferecem produtos de consumo em diversos setores.

A companhia vem expandindo suas marcas em vários países da América Latina, como México, Brasil, Chile, Colômbia e Peru, e nos Estados Unidos, investindo em capital de giro e promovendo individualmente as marcas.

Para potencializar suas próprias marcas e outras no futuro, a Merama está construindo uma plataforma de ferramentas tecnológicas que não existem na região, como automação do planejamento da demanda e o gerenciamento de suprimentos de múltiplas origens internacionais.

O novo aporte chega cinco meses após a rodada série A, na qual a companhia recebeu US$ 160 milhões para colocar em prática sua estratégia. Desde então, a empresa mais do que dobrou de tamanho e projeta gerar mais de US$ 250 milhões de receita consolidada em 2021.

"Este novo aporte de alguns dos principais investidores do mundo é uma forte afirmação do modelo de negócios da Merama, do nosso momento e do tamanho da oportunidade de mercado”, afirma Sujay Tyle, cofundador e CEO da Merama.

Com o novo valor recebido, divulgado como o maior investimento de equity em série B da América Latina, a companhia pretende profissionalizar, incubar e crescer exponencialmente algumas das maiores marcas de comércio eletrônico da América Latina, ao mesmo tempo em que cria a tecnologia e as ferramentas para apoiá-las.

"O series B nos dá ainda mais recursos para fazer parcerias com empresas, construir a nossa plataforma de tecnologia e fornecer capital de giro para marcas existentes. Com o apoio de Advent, SoftBank e toda a nossa base de investidores, esperamos continuar nosso rápido crescimento e solidificar nossa posição como líder no segmento na América Latina", afirma Renato Andrade, cofundador da Merama.

Como parte da rodada, Paulo Passoni, managing partner do Softbank para a América Latina, e Wilson Rosa, sócio responsável pelos investimentos em varejo da Advent International na América Latina, farão parte do conselho de administração da empresa. 

Já Alex Szapiro, operating partner da Softbank e ex-country manager da Amazon Brasil, ingressará como board observer.

"Liderada por uma equipe excepcional, a Merama começou rapidamente a construir um portfólio seleto de marcas líderes no mercado de comércio eletrônico latino-americano. Estamos entusiasmados com a parceria e em apoiar na missão de remover as barreiras tradicionais do varejo, construindo líderes de categoria em toda a região", afirma Passoni.

O Softbank é um gigante de telecomunicações e internet do Japão e anunciou seu Latin America Fund em março de 2019, com US$ 5 bilhões para investir na região ao longo de cinco anos. Recentemente, anunciou um segundo fundo para a mesma região.

Antes mesmo da abertura do primeiro fundo, já fez dois investimentos no Brasil: a 99, na qual fez um aporte de US$ 100 milhões em 2017, e a Loggi, onde liderou uma rodada de US$ 500 milhões em 2018.

No seu portfólio, ainda estão empresas como Creditas, Gympass, MadeiraMadeira, Kavac, Loft, QuintoAndar, VTEX e Rappi e Banco Inter.

A Advent, por sua vez, é um dos maiores e mais tradicionais investidores globais de private equity na América Latina, tendo investido mais de US$ 7 bilhões em 67 companhias na região nos últimos 25 anos.

A empresa possui experiência significativa nos setores de e-commerce, varejo e pagamentos, com investimentos no Grupo Big, na Thrasio (maior adquirente global de marcas Amazon), no Nubank, e na Ebanx.

Veja também

DADOS
Mater Dei compra A3Data

Investimento na empresa de data analytics pode chegar a R$ 40 milhões.

FINTECH
Ex-Amazon assume operações do Will Bank

Alexandre Munhoz era country manager no negócio de livros da gigante do e-commerce.

PROJETOS
Falconi terá negócio de segurança da informação

Gigante de consultoria fareja oportunidade de mercado em meio a onda de ataques.

NOMES
Diogo Bassi, ex-Petz, é CFO da Unico

Profissional fez um IPO bem sucedido na rede de petshops meses atrás.

LOGÍSTICA
Infleet recebe aporte de R$ 1,2 milhão

Rodada foi liderada pela Domo Invest com participação da Anjos do Brasil e da Bossa Nova.

INFRA
Unico migra para o Google Cloud

Player mais quente do mercado de IDTech migra para a nuvem do Google.