A Prati-Donaduzzi consolidou suas aplicações críticas na arquitetura Power. Foto: Divulgação.

Tamanho da fonte: -A+A

A Prati-Donaduzzi, indústria farmacêutica que atua na venda de medicamentos genéricos no Brasil, consolidou suas aplicações críticas na arquitetura Power. O objetivo do novo ambiente, que substituiu os servidores x86, foi eliminar a lentidão e a indisponibilidade de ferramentas. O projeto contou com apoio da Ingram Micro.

Composta por três máquinas IBM Power System P260, com AIX e PowerHA, essa estrutura foi consolidada no Flex System Enterprise Chassi, com Switches de 10GB e conexões Fibre Channel de 8GB, incluindo uma solução de backup corporativo, com a IBM VTL ProtecTIER TS7620 e o IBM Tivoli Storage Manager.

Rodam em Power o ERP SAP (em suas bases QAS e DEV) e o ambiente destinado à implementação do módulo SAP HCM, para controle de recursos humanos. 

“Futuramente, migraremos o servidor de produção do SAP, o banco de dados (que atualmente detém as bases dos sistemas legados) e outros ambientes complexos que demandam performance”, explica Giovanni Alan Buranello, supervisor de Infraestrutura de TI da Prati-Donaduzzi.

Segundo ele, a migração para Power permitiu que as aplicações da Prati-Donaduzzi ficassem intactas em sua estrutura básica e, ao mesmo tempo, dessem um salto referente à performance e disponibilidade. 

“Dessa forma, gastos com servidores (que fatalmente teriam que ser novamente substituídos ao longo dos anos) foram economizados, porque agora temos um ambiente que nos permitirá crescer sem preocupações por um bom tempo”, diz o gerente.

A solução suportará o crescimento da Prati-Donaduzzi nos próximos anos em uma rede com mais de dois mil ativos. 

“São 1.447 computadores e 406 câmeras de monitoramento filmando em HD que geram mais de 4 TB ao dia”, detalha o gestor.

A Prati-Donaduzzi tem sede em Toledo, no oeste do Paraná. A empresa tem mais de 4,5 mil colaboradores e produz, em média, 600 mil unidades por dia de medicamentos sólidos, semissólidos e líquidos – equivalendo a 11 bilhões de doses terapêuticas por ano.

A Ingram Micro está no Brasil desde 1997, e conta com sede administrativa e centro de distribuição nas cidades de Barueri e Serra, além do escritório comercial e centro de treinamento em Belo Horizonte.